Como verificar a fonte de alimentação do computador quanto à operacionalidade

O computador não liga? Neste artigo, você encontrará a resposta para a pergunta: como verificar a fonte de alimentação do computador.

Uma solução de tese para esse problema está em um de nossos artigos anteriores.

Depois de revisar e aplicar nossas recomendações na prática, você chegou à conclusão de que, talvez, o problema esteja na fonte de alimentação do PC.

Leia como verificar seu desempenho no artigo de hoje.

Uma fonte de alimentação (PSU) é uma fonte de energia secundária (um soquete é a fonte primária), cujo objetivo é converter uma tensão alternada em uma tensão constante, além de fornecer energia aos nós do computador em um determinado nível.

Assim, a PSU atua como um link intermediário entre a rede elétrica e os componentes internos do computador e, portanto, a operacionalidade dos demais componentes depende de sua capacidade de manutenção e operação adequada.

Causas e sintomas de falha na fonte de alimentação

Como regra, os motivos pelos quais as fontes de alimentação falham podem ser:

baixa qualidade da tensão da rede (quedas freqüentes de tensão na rede, além de ultrapassar a faixa de operação da fonte de alimentação),

baixa qualidade de componentes e fabricação em geral (este item é relevante para fontes de alimentação baratas),

É possível determinar uma PSU com falha ou algum outro componente pelos seguintes sinais:

depois de pressionar o botão liga / desliga da unidade de sistema, nada acontece - não há indicação de luz e som, os ventiladores de refrigeração não giram,

o computador liga depois

o sistema operacional não inicializa ou inicializa, mas após alguns segundos o computador desliga, embora exista uma indicação de som e luz e os ventiladores estejam funcionando,

A verificação da BP pode ser realizada de várias maneiras.

Falaremos sobre a sequência de cada uma das verificações abaixo e agora nos limitaremos apenas a informações curtas para entender o que faremos.

A essência do primeiro método é verificar a alimentação de tensão e, nesta fase, realizamos uma verificação aproximada, se existe ou não tensão.

A segunda maneira é verificar a tensão de saída, já mencionamos que a tensão deve estar estritamente dentro de certos limites e o desvio em qualquer direção é inaceitável.

O terceiro método é uma inspeção visual da PSU quanto à presença de capacitores inchados.

Por conveniência, o algoritmo de cada uma das verificações será apresentado na forma de instruções passo a passo.

O que alimenta a unidade e quais saídas ela possui?

A fonte de alimentação fornece os seguintes componentes do PC:

  • placa mãe
  • processador
  • unidades de estado sólido e discos rígidos,
  • drives
  • placas de vídeo.

Normalmente, a fonte de alimentação possui várias saídas diferentes, para cada uma das quais possui um fio separado:

  • saída de quatro ou oito pinos para fornecer corrente ao processador,
  • saída de vinte ou vinte e quatro pinos para alimentar a placa-mãe,
  • Saída SATA
  • saída de seis ou oito pinos para alimentar a placa de vídeo,
  • moléculas para alimentar vários dispositivos, por exemplo, um refrigerador adicional.

É assim que esses conectores se parecem.

Se a fonte de alimentação estiver com defeito, isso pode ser determinado pelos seguintes sinais externos:

  • O PC não liga,
  • o computador congela ou desliga,
  • O PC reinicia sozinho,
  • a fonte de alimentação está muito quente.

Nota! Note-se que sinais como superaquecimento ou desligamento espontâneo não indicam necessariamente uma avaria. Às vezes, o superaquecimento ocorre quando uma carga relativamente alta é aplicada a uma unidade relativamente fraca. Por exemplo, se você se conectar a uma unidade de 350 W. Componentes com alto consumo de energia, ele não irá lidar com eles, o que levará a superaquecimento grave e, em seguida, a proteção e desligamento por disparo.

Sintomas de mau funcionamento

O dispositivo interno da unidade de sistema do computador

Existem vários sinais característicos de uma bateria com defeito. A fonte de alimentação não funciona no modo desejado nas seguintes condições:

  • Pressionar o botão liga / desliga não inicia a unidade do sistema. Não há resposta clara e sonora à inclusão. Os refrigeradores não giram. Nessa situação, a fonte de alimentação pode não funcionar corretamente ou pode haver falhas nos fios, fornecimento fraco de corrente alternada da rede,
  • O computador não liga pela primeira vez. O problema está na fonte de alimentação, na conexão frouxa dos conectores ou no mau funcionamento do botão liga / desliga,
  • O computador é desligado sem motivo aparente durante a fase de inicialização do sistema operacional. O motivo para isso pode ser a transmissão intermitente de tensão da fonte de alimentação para outros componentes do computador. Esse mau funcionamento também pode indicar superaquecimento da fonte de alimentação e, como resultado, é forçada a desligar.
  • A presença de uma tela "azul".
  • Presença de odor ardente.

Principais recursos da BP

A presença de uma unidade confiável e de alta qualidade no computador é o mais importante possível para cada componente do sistema. Nesse caso, será garantida a operação ininterrupta e sem erros do computador. O que é uma fonte de alimentação e por que a verificação da fonte de alimentação de um computador é tão importante?

Uma fonte de alimentação de computador (PSU) é uma fonte secundária que equipa um computador com eletricidade. Seu principal objetivo é que a fonte de alimentação passe para os nós do computador na forma de corrente contínua e a tensão da rede seja convertida nos indicadores necessários.

O recurso funcional da fonte de alimentação é baseado na estabilização e proteção contra pequenas violações da tensão principal. A BP também participa do resfriamento dos elementos do sistema da máquina. Portanto, é muito importante diagnosticar esse componente, que é quase a parte mais importante de qualquer tipo de computador. Como o mau funcionamento da operação da PSU afeta negativamente todo o dispositivo.
banner_123_block-pitaniya

/ banner_123_block-pitaniya

Existem padrões especiais que uma PSU instalada em um computador deve cumprir. Primeiro de tudo, ele deve funcionar normalmente em uma tensão de 220 v - 180-264 v, a frequência é de 47-63 hertz. A unidade deve fazer desconexões repentinas da fonte atual. Ao escolher uma PSU, você também deve prestar atenção aos conectores, que são divididos no seguinte:

  • fornecimento dos principais dispositivos HDD e SSD,
  • fonte da placa mãe,
  • Adaptador gráfico GPU
  • Fornecimento de processador da CPU.

Definição de soquetes da fonte de alimentação

Os BPs têm um coeficiente de desempenho (COP) - a quantidade de energia que um computador alimenta. Alta eficiência tem várias vantagens. Entre eles estão o consumo mínimo de eletricidade, um pouco de ruído, pois funciona em velocidades mais baixas, uma vida útil mais longa, porque as temperaturas são baixas, não há superaquecimento, menos aquecimento devido à redução de calor que precisa ser dissipada, etc. Como resultado, os elementos restantes do sistema recebem “ alimentação de alta qualidade ”, o que significa que todo o computador funciona sem problemas e por muito tempo.

A calculadora de energia ajudará você a decidir finalmente o modelo da PSU, o que ajuda a calcular a energia da PSU. Você pode calcular você mesmo. Para isso, é necessário conhecer os indicadores aproximados do consumo atual de vários elementos de um computador pessoal (PC). Já escrevemos em detalhes sobre Como calcular a potência da fonte de alimentação de um computador.

A tabela mostra opções aproximadas de consumo.



Nome do hardware do PC

Indicador aproximado de consumo de eletricidade, W

Módulo de memória

5

CPU, dependendo do nível de TDP nas especificações

35-100

Placa-mãe

50

Ventilador

0,5-5

SSD

>10

HDD e unidade óptica

15-20

Adaptador gráfico

Especificações nas especificações

Se os cálculos corresponderem a 250 watts, é melhor consumir com uma reserva - 400-500 watts.

Causas e efeitos de problemas nutricionais

Uma falha completa e mau funcionamento da fonte de alimentação ocorrem com mais freqüência devido a:

  • Picos de energia.
  • PSU de baixa qualidade.
  • Inconsistências dos recursos da PSU com o consumo de carga (dispositivos de computador).

As consequências de um mau funcionamento da fonte de alimentação, especialmente em combinação com uma mão de obra deficiente, podem causar danos não apenas aos componentes eletrônicos do PC, mas também um choque ao usuário.

Verificação de tensão da fonte de alimentação

Passo 1 Desligue o computador. Deve-se lembrar que o PSU do computador opera com uma voltagem perigosa para os seres humanos - 220V.

Portanto, é altamente recomendável que você desligue o computador antes de seguir todos os outros pontos da instrução.

Etapa 2 Abra a tampa lateral da unidade de sistema.

Lembre-se, ou por conveniência, tire uma foto de como a energia foi conectada a cada componente (placa-mãe, discos rígidos, unidade óptica etc.) e, em seguida, eles devem ser desconectados da fonte de alimentação.


Etapa 3 Encontre um clipe de papel. Com um clipe, fecharemos os contatos na fonte de alimentação e, se não estivesse à mão, seria adequado para um fio semelhante a um clipe de comprimento e diâmetro.

Depois disso, o clipe de papel deve ser dobrado na forma da letra latina "U".

Etapa 4 Encontre um conector de alimentação de 20/24 pinos. Esse conector é muito fácil de encontrar - é um conjunto de 20 ou 24 fios, respectivamente, provenientes da fonte de alimentação e conectados à placa-mãe do PC.

Etapa 5 Encontre os conectores de fio verde e preto no conector. Insira um clipe de papel nos conectores aos quais esses fios estão conectados.

O clipe de papel deve estar travado com segurança e ter contato com os conectores apropriados.

Etapa 6 Ligue a fonte de alimentação. Fornecemos energia à PSU (não esqueça de ligar o botão liga / desliga na própria PSU, se estiver desligada na Etapa 1).

Etapa 7 Verificando o funcionamento do ventilador da PSU. Se o dispositivo estiver funcionando e conduz corrente, o ventilador localizado na caixa da fonte de alimentação deverá girar quando a tensão for aplicada.

Se o ventilador não girar, verifique o clipe de papel quanto aos conectores 20/24 verdes e pretos no conector.

Como mencionado acima, essa verificação não garante que o dispositivo esteja operacional. Essa verificação permite determinar se a fonte de alimentação está ligada.

Para um diagnóstico mais preciso, você precisa realizar o seguinte teste.

Verificando na mão

Você pode verificar se a fonte de alimentação está funcionando ou não, por meios improvisados, sem nenhum equipamento especial. Não funcionará para verificar se a tensão nos contatos do dispositivo é normal, a verificação só será exibida se a fonte de alimentação estiver sendo inicializada ou não.

O mecanismo de verificação é reduzido para o seguinte. O computador liga quando o usuário pressiona um botão no painel frontal. Este botão envia um pulso elétrico para a placa-mãe e, por sua vez, fecha dois contatos no conector de 24 pinos da fonte de alimentação, após o que é iniciado e depois de todo o PC. Assim, para iniciar a unidade, é necessário fechar esses contatos. Encontrá-los é muito simples: um deles tem um fio verde e o outro é preto.

Qualquer objeto de metal que se encaixe na ranhura estreita do plugue é adequado para travamento. Na maioria das vezes, eles são fechados com um simples clipe de papel.

Para verificar, você precisa:

  • desligue a energia do computador,
  • abra a tampa da unidade de sistema e remova a fonte de alimentação do PC. Para fazer isso, desconecte os conectores dos componentes, desaparafuse os parafusos que o prendem e remova-o com cuidado,

A unidade deve ligar. Se isso não acontecer, está com defeito.

Você também pode desmontar a unidade e inspecioná-la visualmente. Preste atenção em primeiro lugar:

  • em bobinas de fio de cobre, jumpers. Eles devem estar inteiros
  • em capacitores. Eles não devem estar inchados.

É assim que o dispositivo fica por dentro.

É assim que os capacitores ficam inchados, o que pode causar um mau funcionamento.

É importante que o refrigerador seja ligado quando a fonte de alimentação for ligada. Se isso não acontecer, o superaquecimento dos elementos do bloco e sua falha adicional podem ocorrer.

Aviso importante

O programa OCCT carrega muito a PSU durante o teste. Se você não tiver certeza da qualidade da sua fonte de alimentação, talvez deva se abster deste teste. Os proprietários de fontes de alimentação chinesas baratas de um fabricante desconhecido ou pouco conhecido devem prestar atenção especial a essa observação. O mesmo se aplica aos proprietários de laptops. Para você, talvez a melhor opção seja o AIDA64.

Ainda tem dúvidas, sugestões ou comentários? Entre em contato e faça uma pergunta.

Inspeção de bloco

Onde está localizada a fonte de alimentação

A verificação do funcionamento correto da fonte de alimentação do computador envolve certas manipulações sob tensão. Seja extremamente cuidadoso para evitar acidentes. Antes de iniciar o teste, inspecione a integridade de cada cabo. Não toque nas peças com as mãos molhadas e desprotegidas.

Inspeção visual da fonte de alimentação.

Esta é a primeira e mais fácil maneira de verificar.

  • Remova 4 (ou 6) parafusos, desconecte a unidade da caixa do computador,
  • Desapertar os parafusos que estão no corpo do bloco e desmontá-lo,
  • Inspecione cuidadosamente o chip da fonte de alimentação. Preste muita atenção aos capacitores.

Capacitores eletrolíticos de fonte de alimentação inflada

Se houver inchaço entre eles, a proteção da fonte de alimentação está com defeito. É necessária a substituição urgente de peças.

Se não forem encontrados problemas nos capacitores, recomendamos remover a poeira da fonte de alimentação, lubrificar o ventilador e montar o dispositivo e tente conectar o computador.

O que você precisa saber antes de começar a testar a fonte de alimentação do computador?

Testar a fonte de alimentação de um computador envolve executar trabalhos ao vivo. Você precisa ter muito cuidado para evitar um acidente. Antes de verificar a fonte de alimentação do computador, é necessário examinar a integridade da trança de cada cabo. Em nenhum caso você deve tocar as peças com as mãos nuas e molhadas. Se não houver experiência suficiente na condução de tais operações, é melhor consultar um especialista.

Para medidas de diagnóstico, é importante lembrar que os diodos para substituição devem ser classificados em 300 volts e acima. E também deve carregar uma corrente de pelo menos 1 ampere. Lembre-se de que, após alterar a ponte de diodos, não é necessário ligar o dispositivo a partir da rede, pois é necessário verificar todos os componentes de uma só vez.

A verificação da fonte de alimentação ocorre de várias maneiras. O primeiro e mais simples é avaliar visualmente o estado externo da PSU. Se houver capacitores eletrolíticos e varistores inflados, a proteção da PSU será prejudicada. Peças urgentemente precisam ser substituídas por novas.

Capacitores eletrolíticos inflados para unidades de potência

Se esse teste visual da fonte de alimentação não der respostas positivas, você poderá usar uma das opções de diagnóstico - um programa de computador, um multímetro, um voltímetro, um testador especial da fonte de alimentação do computador (esses dispositivos às vezes mostram indicadores imprecisos).

Como estão os problemas com a fonte de alimentação do computador

Os sintomas de mau funcionamento do alimentador são muito diversos. Entre eles:

  • Não liga o PC quando você pressiona o botão liga / desliga ou o liga após pressionar repetidamente.
  • Squeak, pop, cliques, fumaça, cheiro de queima da fonte de alimentação.
  • O fusível principal queimado no quadro de distribuição quando você liga o computador.
  • Descargas de eletricidade estática do gabinete e dos conectores da unidade de sistema.
  • Encerramentos espontâneos e reinicia o PC a qualquer momento, mas com mais freqüência sob altas cargas.
  • Freia e congela firmemente (antes de reiniciar).
  • Erros de memória, BSoD (telas azuis da morte).
  • Dispositivos ausentes do sistema (unidades, teclados, mouses, outros equipamentos periféricos).
  • Pare os fãs.
  • Superaquecimento dos dispositivos devido a operação ineficiente ou parada de ventiladores.

Parâmetros principais do PSU

A fonte de alimentação do PC produz várias voltagens necessárias para a operação de todos os componentes do computador.

A figura mostra o maior conector de 20 pinos que se conecta à placa-mãe. As indicações são fornecidas para cada contato.

Pinagem e esquema de cores do conector de 24 pinos e de outros conectores PSU

Verificação multímetro

Se você possui um multímetro em casa, pode verificar a fonte de alimentação com ele. O fato é que cada um dos contatos de qualquer conector em uma unidade de trabalho tem sua própria tensão. Aqui está uma representação esquemática dessas tensões.

As letras “GND” na figura indicam “terra” (do inglês “terra”).

Por exemplo, se colocarmos um contato do multímetro no fio preto (terra) do conector de 24 pinos e o outro no vermelho (+5 V), as leituras do dispositivo devem ser 5 V. Portanto, você precisa "sondar" cada um dos fios desse conector e comparar O resultado mostrado pelo multímetro com os números corretos na figura. Se todos os dados corresponderem, a fonte de alimentação está funcionando. Caso contrário, ele precisa de reparo.

No caso em que a tensão nos contatos da unidade, não há nada para se preocupar com os componentes. Eles funcionarão pior, mas é improvável que falhem. Porém, se a tensão aumentar, eles poderão queimar, portanto, a fonte de alimentação com essa tensão deve ser imediatamente removida do PC.

Além disso, existem dispositivos especiais para verificar fontes de alimentação. Eles se parecem com isso.

De fato, eles nada mais são do que um voltímetro, mas eles têm contatos padrão para a sonda e conectores para conectar os conectores de energia. Quando eles estão conectados ao dispositivo e a fonte de alimentação está ligada, as informações sobre a tensão que a unidade fornece em cada linha serão exibidas na tela.

Aqui está um vídeo sobre o procedimento para verificar a fonte de alimentação com um multímetro.

Procedimento passo a passo para diagnosticar PSU com um multímetro

Portanto, se o computador estiver instável, ele desliga repentinamente, uma tela azul aparece e há problemas ao carregar - vale a pena verificar a fonte de alimentação. Esse processo ocorre em várias etapas. Primeiro, você deve examinar o resfriamento. Para fazer isso, você pode tocar na parte superior da unidade do sistema, onde a PSU está localizada. Se for sentido um calor óbvio, o PSU superaquece. A razão para isso é a falha do ventilador de refrigeração na fonte de alimentação. Após alguns testes com uma chave de fenda, que é capaz de iniciar facilmente as pás por várias revoluções, se o ventilador estiver funcionando, decidimos tomar outras medidas. Se estiver tudo bem, limpamos o ventilador da poeira e ligamos o computador. Se o ventilador não funcionar, ele deve ser substituído. Colocamos as coisas em ordem nesta parte - vamos descobrir como verificar a fonte de alimentação sem um computador.

Mas para um trabalho conveniente, você ainda pode retirá-lo.

Verificação de energia

Essa verificação é realizada ligando a fonte de alimentação sem conectar à placa-mãe.

  • Desligue o computador. Em seguida, desligue o interruptor na parte traseira da fonte de alimentação do computador.
  • Retire a tampa do computador. Desconecte a fonte de alimentação de outras partes do computador. Desconecte cada cabo. Lembre-se de fotografar a ordem de conexão de todos os elementos e depois conectar todos os cabos novamente.
  • Pegue o cabo de alimentação da placa-mãe que vem da fonte de alimentação. Encontre o fio verde.

Cabo da placa mãe

  • Ele deve ser fechado com qualquer um dos fios pretos. Faça isso com um clipe de papel ou um pequeno pedaço de arame.

Coloque o fio verde em curto com qualquer

  • Conecte um dispositivo à fonte de alimentação. Por exemplo, um disco rígido desnecessário antigo. Isso é necessário para fornecer à fonte de alimentação uma certa carga, cuja ausência pode levar a danos à unidade.
  • Conecte a fonte de alimentação à rede e pressione o botão liga / desliga na unidade.

Se o ventilador começar a girar, a fonte de alimentação estará funcionando.

Mesmo que esse método de verificação mostre que a fonte de alimentação está funcionando, isso não significa que ela esteja totalmente operacional.

O princípio de operação da fonte de alimentação

Para entender se a fonte de alimentação está funcionando ou não, você precisa entender os princípios básicos de sua operação. Simplificando, sua função pode ser descrita da seguinte maneira: a conversão da tensão CA de entrada da fonte de alimentação doméstica para a constante de saída de vários níveis: 12 V, 5 V 5 V SB (tensão de espera), 3,3 V e -12 V.

Os seguintes dispositivos recebem energia de uma fonte de 12 volts:

  • drives conectados via SATA,
  • unidades de unidade óptica
  • ventiladores do sistema de refrigeração
  • processadores
  • placas de vídeo.

Os fios da linha de 12 V são amarelos.

De 5 V e 3,3 V, eles são alimentados por:

  • som, controlador de rede e a maior parte dos chips da placa-mãe,
  • RAM
  • cartões de expansão
  • periféricos conectados às portas USB.

De acordo com o padrão ATX, a linha de 5 V é indicada pela cor vermelha dos fios, 5 V SB por roxo e 3,3 V por laranja.

A fonte de 5 V SB (em espera) recebe energia do circuito de inicialização do computador na placa-mãe. A fonte de -12 V foi projetada para alimentar portas COM, que atualmente só podem ser encontradas em placas-mãe muito antigas e dispositivos especializados (por exemplo, caixas registradoras).

Todas as fontes de alimentação padrão ATX geram as tensões acima, independentemente da energia. As diferenças estão apenas no nível de correntes em cada linha: quanto mais poderoso o alimentador, mais corrente ele fornece aos dispositivos de consumo.

Informações sobre as correntes e tensões de linhas individuais podem ser obtidas no passaporte da PSU, colado em um lado do dispositivo na forma de uma etiqueta. No entanto, os indicadores nominais quase sempre diferem dos reais. Isso não diz nada mal: flutuações de valores dentro de 5% são consideradas normais. Esses pequenos desvios não afetam a operação dos dispositivos do computador.

Entre outras coisas, uma PSU em funcionamento gera um sinal Power Good ou Power OK, que notifica a placa-mãe de que está funcionando como deveria e a placa pode iniciar outros dispositivos. Normalmente, esse sinal tem um nível de 3-5,5 V e aumenta apenas quando todas as tensões de alimentação atingem os valores especificados. Se a fonte de alimentação não produzir energia boa, o computador não iniciará. Se produzir muito cedo, o que também é ruim, o dispositivo pode ligar e desligar imediatamente, congelar na inicialização ou gerar um erro crítico - a tela azul da morte.

O sinal Power Good é transmitido para a placa-mãe através de um fio cinza.

Usando um multímetro para verificar a fonte de alimentação

Muitos usuários perguntam como verificar a fonte de alimentação do computador com um multímetro. É muito simples, saber que tensão e para onde ela deve vir.

Antes de abrir o gabinete do PC, verifique se ele não está conectado a uma rede de 220 V.

  1. Abra a caixa do PC.
  2. Desconecte os conectores de cada dispositivo, tendo fotografado ou esboçado o diagrama de instalação.
  3. Pegue o conector que se conecta à placa-mãe (geralmente a maior) e faça um fio de ponte entre 14 e 15 pinos no conector de 20 pinos e 16 e 17 no conector de 24 pinos. Geralmente, fios verdes e pretos chegam até eles. Um sinal de controle verde é emitido. O fio preto é a terra.
  4. Depois disso, conecte o PC à rede de 220 V.

Se a fonte de alimentação estiver ligada, você poderá começar a medir a tensão em seus contatos, de acordo com o esquema apresentado acima. Se a fonte de alimentação do computador não ligar, significa que falhou, requer reparo ou uma substituição completa.

Ao verificar com um multímetro, entre os fios preto e vermelho no conector conectado à placa-mãe deve ser - 5 V, entre preto e amarelo - 12 V, entre os contatos preto e rosa - 3,3 V, entre preto e roxo - a tensão de espera é 5 B.

Se você não possui conhecimentos suficientes de eletrônica, é melhor confiar o reparo do dispositivo a especialistas.

Verificação de tensão

  1. Desligue o computador - concluímos o trabalho, esperamos que o dispositivo seja completamente desligado e, na parte traseira da PSU, você precisa desligar o interruptor. Agora saia da rede.
  2. Abra a tampa do computador - Desconecte a PSU de outros componentes do dispositivo. Os cabos devem ser removidos alternadamente, embora seja importante fixar a imagem da posição correta dos cabos usando uma foto ou vídeo.


  1. Fazendo a carga - o computador desliga, mas a verificação está sob carga. Para isso, conectamos o cooler a um conector especial. Não se esqueça do cabo 220V.
  2. Pegue um substituto de arame - após um desligamento, um clipe de papel na forma da letra U é inserido na PSU, você também pode usar um fio de diâmetro adequado.
  3. Empurre o maior conector (20/24) - Geralmente é acoplado à placa-mãe.
  4. Encontrar contatos 15, 16 (verde e preto) - Para tocar um clipe de papel nesses contatos.
  5. Inserir um clipe de papel nos pinos 15.16 - liberte-o e conecte a fonte de alimentação à rede, ligue o interruptor.


  1. Verifique o funcionamento do ventilador - se o refrigerador estiver ligado, significa que a fonte de alimentação está funcionando, ela pode ser reparada. Se não funcionar, verifique o contato com o clipe de papel novamente e tente novamente. Se não houver resultado, o PSU não funcionará.

Com isso, a verificação da fonte de alimentação do computador não está concluída. Foi um diagnóstico de condutividade atual. Em seguida, você precisa testar a operação da PSU. O testador da fonte de alimentação do computador é baseado no uso de um multímetro.

Teste do multímetro

Agora você precisa verificar se a fonte de alimentação transmite uma tensão constante na íntegra. Para fazer isso:

  • Desconecte a fonte de alimentação e use um clipe de papel ou um pedaço de fio para fechar o cabo da placa-mãe. Então você coloca a unidade em condições de trabalho.
  • Forneça à fonte de alimentação qualquer carga externa. Conecte uma unidade, disco rígido ou cooler a ela,
  • Pegue um multímetro - este é um testador universal que mede a força da corrente. Coloque o testador no modo de teste de tensão CC.
  • Verifique a tensão entre o fio laranja e preto, entre o vermelho e o preto e também entre o amarelo e o preto.
  • Colamos a sonda preta do multímetro no conector oposto ao fio preto, conectamos a sonda vermelha do testador, por sua vez, aos contatos do conector, aos quais cabem os fios das cores que precisamos.

Insira as pontas de prova nos conectores de pinos

Uma fonte de alimentação em funcionamento produzirá os seguintes valores de tensão:

  • 3 volts para fio laranja,
  • 5 volts para fio vermelho,
  • 12 volts para fio amarelo.

Se o teste apresentar um mau funcionamento da fonte de alimentação, ela poderá ser desmontada e reparada. Após concluir o trabalho, colete todos os contatos e faça a instalação correta.

Se o teste mostrou que sua fonte de alimentação está funcionando, mas as dificuldades com o computador continuam, provavelmente o motivo é outra.

Contatos principais do conector da fonte de alimentação ATX

Com a marcação de cores dos fios 12 V, 5 V, 5 V SB, 3,3 V e 3-5,5 V Power Good, descobrimos isso. Os contatos restantes têm as seguintes tensões:

  • Branco: -5 V. Esquerda para compatibilidade com dispositivos antigos.
  • Azul: -12 V.
  • Preto: 0 V. Fio comum ou terra.
  • Verde: 3-5 V. Ligar. Fechar esse contato com o terra é equivalente a pressionar o botão liga / desliga no computador. Inicia a fonte de alimentação. No momento da pressão, a tensão nos contatos do botão deve cair para 0 V.

As mesmas tensões estão presentes em outros conectores, que terminam os cabos da fonte de alimentação, ou seja, na projeção do fio amarelo sempre deve ser 12 V, na projeção em vermelho - 5 V, na projeção em laranja - 3,3 V, etc.

Método de clipe de papel

Entre os usuários, existe um método simples de como verificar um clipe de energia com um clipe de papel. Nosso recurso não será deixado de lado e lhe dirá em que consiste esse método, especialmente porque quase a mesma coisa foi discutida na seção sobre o uso do multímetro. Esse é o método doméstico mais simples, pode-se dizer, que não pode mostrar a qualidade da fonte de tensão, mas deixará bem claro se liga ou não.

  1. Desconecte o PC da rede.
  2. Abra o gabinete e desconecte o conector da placa-mãe.
  3. Faça um jumper em forma de U a partir de um clipe de papel, para diminuir o fio verde do conector e o preto próximo.
  4. Conecte a fonte de alimentação a 220 V.

Se o ventilador funcionou, a PSU está teoricamente em condições de trabalho; caso contrário, é definitivamente para reparo.

Verificação usando programas especiais

Você pode verificar a fonte de alimentação com a ajuda de programas de teste especiais. Um deles é o OSTS Perestroika. Você pode baixá-lo gratuitamente no site oficial dos desenvolvedores em: http://www.occt.ru/download.

Para verificar se você precisa:

  • execute o utilitário
  • clique na imagem da engrenagem

Importante! Lembre-se de que eles verificarão a fonte de alimentação com a ajuda do Perestroika OSST quanto a mau funcionamento. É melhor não. Este software carrega fortemente o hardware do computador e, por sua vez, carrega fortemente a fonte de alimentação. Portanto, se você acredita que o bloqueio está à beira da "morte", é melhor não colocá-lo em risco. O programa não se destina a detectar falhas, mas a testar o desempenho e a estabilidade do sistema.

Além disso, você pode testar a fonte de alimentação com outros programas, como o AIDA64. Este programa também oferece uma carga muito forte em todos os componentes do computador durante o teste, portanto, você precisa abordar o teste com responsabilidade e conduzi-lo com cuidado.

Verificação do programa

Você pode testar a operação da fonte de alimentação usando o programa SpeedFan especializado.

Este utilitário verifica a temperatura e a voltagem da fonte de alimentação.

Ao indicar a temperatura da fonte de alimentação, este programa opera com um diodo térmico interno.

Isso permite determinar com mais precisão a temperatura.

  • Programa universal para o teste. Se a fonte de alimentação não superaquecer, não haverá problema. Vale ressaltar que o programa durante o aquecimento carrega não apenas o processador, mas também a placa de vídeo. Você pode definir seu próprio monitoramento de tensão e temperatura da fonte de alimentação - S&M. Este utilitário carrega muito o processador, causando o máximo de dispositivos de aquecimento.

Testar com este utilitário pode causar superaquecimento e quebra do dispositivo se os componentes forem de baixa qualidade.

Teste de Unidade

  1. Colocamos o multímetro no modo de corrente contínua (tensão de até 20W).


  1. Desconecte a fonte de alimentação da rede.
  2. Por meio de um dispositivo improvisado - clipes de papel que colocam a PSU em condições de trabalho, conectamos a carga através de uma unidade óptica. Se o refrigerador não girar, a PSU está com defeito.
  3. Medimos a tensão com um multímetro - enfiamos uma sonda preta no conector molex, localizado em frente ao fio preto (conector do meio). Nós inserimos a sonda vermelha uma a uma nos contatos em um loop amplo e seguimos as leituras no multímetro.
Medição de tensão na fonte de alimentação através de um multímetro
  1. De acordo com o diagrama de pinagem dos contatos da PSU, determinamos os indicadores de tensão necessários para a condição de trabalho da PSU. Se os indicadores não coincidirem, isso é sinal de mau funcionamento da unidade.

Para conveniência da verificação, apresentamos um diagrama de pinagem dos contatos da PSU.


+ 3.3V





+ 3.3V

+ 3.3V





-12V

Terreno





Terreno

+ 5V





Power on

Terreno





Terreno

+ 5V





Terreno

Terreno





Terreno

Poder bom



Reservado

+ 5V em espera





+ 5V

+ 12V





+ 5V

+ 12V





+ 5V

+ 3.3V





Terreno

Como exemplo, os fios vermelhos têm uma voltagem de - 5V, se o seu indicador for 4V - este é um sinal claro de que a verificação da fonte de alimentação mostrou um resultado negativo e seu PSU está com defeito.

Se uma falha for detectada na PSU, você pode desmontá-la e tentar repará-la. Para fazer isso, você precisa ter um suprimento elementar de conhecimento sobre a operação de dispositivos elétricos. Portanto, remova a tampa, remova a poeira e prossiga para o teste visual. O que procurar? Estamos procurando elementos nos quais haja escurecimento, inchaço dos capacitores, estamos procurando fios pendentes. É necessário inspecionar o indutor (indutor). Um fusível ou resistência também pode explodir.

Inspeção visual da fonte de alimentação do computador quando não estiver funcionando

Não encontrou nada? Vire a placa, observe os caminhos e as juntas adesivas. Estamos à procura de elementos selados que simplesmente poderiam partir devido a superaquecimento ou defeitos de fábrica. As faixas que conduzem a corrente podem queimar. Nesta situação, simplesmente substituímos os componentes defeituosos e o dispositivo estará em condições de funcionamento. Se o problema persistir, consulte um especialista. Mas não se esqueça, se o PSU estiver na garantia, leve-o para um centro de serviço sem abrir a caixa.

Após a conclusão do teste, é importante coletar todos os contatos e conectar usando a foto tirada anteriormente. Lembre-se, se o seu PSU estiver funcionando e os problemas com o computador continuarem, o motivo dessa operação do dispositivo pode estar oculto em outros componentes. Teste o sistema ainda mais até encontrar a causa e elimine-a.

Como verificar a fonte de alimentação com um multímetro

A correspondência de todas as tensões que o alimentador gera nos níveis indicados e a preservação de seus valores em qualquer carga (se elas não excederem as capacidades da fonte de alimentação) indicam que o dispositivo está operacional e, provavelmente, operacional. E para determiná-los, você precisará de um multímetro - um dispositivo compacto barato que pode ser comprado em praticamente qualquer loja de artigos elétricos.

Multímetros (testadores), é claro, são diferentes. Entre eles, existem modelos caros de alta precisão com muitas funções adicionais, mas para as nossas tarefas são bastante simples. Para testar as medições da unidade de fonte de alimentação em milésimos de volt, não precisamos de nada, existem décimos e às vezes centésimos suficientes.

Verificando o desempenho da fonte de alimentação

Como dissemos acima, a PSU do computador, independentemente de outros componentes da montagem, é um detalhe importante. Como resultado disso, a falha desta parte pode levar à falha completa de toda a unidade do sistema, o que dificulta muito o diagnóstico.

Se o seu PC não ligar, provavelmente não é o PSU o responsável - lembre-se disso!

Toda a complexidade do diagnóstico de tais componentes é que a falta de energia no PC pode ser causada não apenas pela fonte de alimentação, mas também por outros componentes. Isto é especialmente verdade no processador central, cuja quebra se manifesta em uma enorme variedade de consequências.

Recomendamos que você tome cuidado para descobrir o modelo do dispositivo instalado.

Seja como for, diagnosticar problemas na operação do dispositivo de alimentação é uma ordem de magnitude mais fácil do que com o mau funcionamento de outros elementos. Essa conclusão se deve ao fato de o componente em consideração ser a única fonte possível de energia no computador.

Os principais sintomas e mau funcionamento

PSU com defeito, na maioria das vezes simplesmente não funciona. Mas, às vezes, o usuário se depara com problemas que, por todas as indicações, são manifestações de violações na RAM ou na placa-mãe. De fato, a energia vem da fonte de alimentação para o microcircuito; portanto, falhas no trabalho podem indicar seu mau funcionamento. Como verificar a fonte de alimentação nesse caso, e há algum motivo para repará-la, apenas um especialista pode dizer. Em seguida, serão descritos problemas nos quais a causa pode ser a BP.

  • Trava quando você liga o PC.
  • Uma reinicialização repentina do sistema.
  • Erros de memória.
  • HDD stop.
  • Pare os fãs.

Também existem defeitos característicos sobre os quais o próprio PC "fala":

  • Nem um único dispositivo está funcionando. O mau funcionamento pode ser fatal, exigindo a compra de um novo dispositivo ou simples, exigindo a substituição de um fusível.
  • Havia um cheiro de fumaça. Transformador soprado, bloqueadores, capacitores inflados.
  • Espreita a fonte de alimentação do computador. Pode ser necessária limpeza e lubrificação do ventilador. Um chiado quando ativado também causa uma rachadura no núcleo do transformador e aumenta os capacitores.

Em todos os casos, é melhor entrar em contato com uma empresa de serviços da sua cidade, onde especialistas farão um diagnóstico mais preciso e dirão se faz sentido reparar o dispositivo.

Reparação da fonte de alimentação

Se você tiver um pouco de solda, tente substituir os capacitores inchados na placa. Você também pode tentar substituir o ventilador ocioso.

Para substituir os capacitores, você precisa:

    Desconecte a fonte de alimentação do computador. Para fazer isso, desaparafuse os parafusos na parte traseira do gabinete, desconecte os conectores dos componentes e remova cuidadosamente a unidade.

Para substituir o ventilador, você precisa:

    Desconecte a fonte de alimentação da caixa do computador, conforme descrito na instrução anterior.

Se você não é muito bom em eletrônica, é melhor não tentar consertar a unidade sozinho, mas enviá-la para um centro de serviço.

O que ajudará a estender a operação da fonte de alimentação?

Para que o diagnóstico da fonte de alimentação do computador não se torne um processo frequente, é importante aderir a várias regras para a operação segura da PSU. Antes de tudo, veja como a PSU está fixada de maneira confiável e firme na unidade de sistema. Ao instalar componentes com maior potência, a carga na PSU também aumenta. Portanto, verifique se os componentes condutor e semicondutor não superaquecem. E é melhor instalar imediatamente uma PSU com uma reserva de energia, mesmo ao comprar um computador. Um bom proprietário não apenas monitora o suprimento atual de seu carro, mas também limpa oportuna e regularmente o interior da poeira, o que preenche todas as peças e dificulta o trabalho.

Para não pensar em como verificar a integridade da fonte de alimentação do computador, é importante garantir a constância da tensão CA de entrada e proteger contra o desligamento repentino. Para fazer isso, basta colocar o ininterrupto e esse problema irá pelo caminho.

Além da fonte de alimentação em si, é necessário monitorar o ventilador que esfria a fonte de alimentação. Periodicamente, é necessário limpar e trocar a graxa.

Portanto, as regras para escolher um dispositivo:

  • não compre fontes de alimentação muito baratas porque a qualidade será adequada,
  • não corra atrás de Watami. Para um computador com uma placa de vídeo de jogos mais poderosa, você deve escolher indicadores - até 550 watts. O resto será suficiente e 350-400W,
  • Ao comprar uma PSU, monitore a relação de preço e Vata. Quanto mais wat, mais caro o modelo,
  • Um bloco de qualidade pesa muito mais do que um falso.

Você deve seguir as regras e monitorar o funcionamento seguro do seu computador o tempo todo. Mas isso não significa que seu computador esteja seguro contra quebra. Se você ouvir um cheiro pungente de fios chamuscados - espere problemas. Afinal, o próprio dispositivo, que pode ter sido adquirido de um lote com defeito, pode levar a esse resultado. Se não houver garantia na fonte de alimentação, tente testar a si mesmo, não há resultado, entre em contato com especialistas.

Bem, para que o resultado do teste lhe agrade, tente diagnosticar qualquer suspeita de mau funcionamento da unidade. Em seguida, haverá mais chances de corrigi-lo e continuar usando o seu computador favorito.

Portanto, existem várias maneiras de verificar o funcionamento da fonte de alimentação do computador. Aqui nós aprendemos como fazer isso com nossas próprias mãos, se houver conhecimento básico de eletrônica em estoque. Siga as instruções e o diagnóstico será bem sucedido.

Verificando a fonte de alimentação com OCCT

Este utilitário também provoca carga máxima nos elementos do sistema.

O programa não é recomendado para uso em sistemas fracos ou baratos.

Dentro do utilitário, existem várias guias responsáveis ​​pela placa de vídeo, processador e fonte de alimentação. Você apenas tem que escolher o caminho certo.

Condições de medição

As medições de tensão nas saídas da fonte de alimentação devem ser realizadas sob condições nas quais ocorre uma falha. Se o problema se manifestar nos primeiros segundos e minutos do PC, o instrumento deverá ser lido imediatamente após a ligação. Se durante um trabalho intensivo - para obter resultados confiáveis, o computador deve ser carregado, por exemplo, com um jogo pesado ou um programa destinado a isso (por exemplo, o utilitário OCCT, teste da fonte de alimentação).

Para rastrear a alteração na tensão de alimentação durante a operação de um PC, é melhor realizar medições continuamente por vários minutos ou dezenas de minutos. Se por algum motivo isso for difícil, você poderá fazer medições únicas em determinados intervalos de tempo.

O resultado de uma única medição com uma falha flutuante geralmente não é um indicador, pois, no caso de operação instável do alimentador, os valores de tensão (ou um deles) podem mudar constantemente.

Método 1: verificar a fonte de alimentação

Se a qualquer momento durante a operação do seu PC você achar inoperante, verifique imediatamente a disponibilidade de eletricidade. Verifique se a rede está totalmente funcional e atende aos requisitos da fonte de alimentação.

Às vezes, podem ocorrer picos de energia, mas, neste caso, as consequências são limitadas ao desligamento do PC.

Não será supérfluo verificar novamente o cabo de alimentação que conecta a fonte de alimentação à rede quanto a danos visíveis. O melhor método de teste é tentar conectar o cabo de alimentação usado a outro PC totalmente funcional.

No caso de usar um laptop, as etapas para eliminar a presença de problemas com a eletricidade são completamente semelhantes às descritas acima. A única diferença aqui é que, no caso de um mau funcionamento do cabo do laptop, substituí-lo custará uma ordem de grandeza mais cara do que com um PC completo.

É importante inspecionar e verificar cuidadosamente a fonte de alimentação, seja uma tomada ou um filtro de linha. Todas as seções subsequentes do artigo se concentrarão especificamente na fonte de alimentação, por isso é extremamente importante resolver todas as dificuldades com eletricidade antecipadamente.

Dicas de fonte de alimentação

Para que o usuário não encontre problemas como quebra ou operação incorreta da fonte de alimentação do computador, siga algumas regras simples ao comprar este dispositivo:

    Sempre compre uma fonte de alimentação com alguma reserva de energia. A opção mais ideal é 100-150 watts na reserva. Por exemplo, se seu sistema consumir 300 watts no total, você não deve comprar uma fonte de alimentação com menos de 400 watts,

Essas dicas ajudarão a evitar a falha da fonte de alimentação. Se você os seguir ao escolher este dispositivo, ele durará muito tempo e encantará o usuário com uma operação estável.

Dicas de operação da PSU

É necessário seguir certas regras para o uso seguro da fonte de alimentação do computador, para que seus testes não se tornem um processo frequente.

  • Certifique-se de que a fonte de alimentação esteja firme e firmemente fixa.
  • Ao instalar componentes de maior potência, a carga na unidade aumenta de acordo. É imperativo garantir que os componentes condutores e semicondutores não sofram superaquecimento.
  • Mesmo na fase de compra de um computador, escolha uma fonte de alimentação com uma reserva de energia.
  • Verifique e sempre verifique se a tensão CA é constante.
  • Considere a proteção contra desligamentos não planejados. Basta instalar uma fonte de alimentação ininterrupta.
  • Observe o funcionamento correto do ventilador, do qual depende o resfriamento da fonte de alimentação.
  • Limpe sistematicamente e troque a graxa no sistema de energia.

O acima exposto, infelizmente, não garante que o seu computador esteja seguro contra quebra.

Tente testar se há suspeita de mau funcionamento da fonte de alimentação. Nesse caso, a chance de reparar o problema é muito maior.

Examinamos várias maneiras de verificar a operabilidade da fonte de alimentação. Isso pode ser feito de forma independente, com um conhecimento básico de eletrônica.

Não se esqueça de marcar nosso artigo como favorito, para que a instrução Como verificar a fonte de alimentação esteja sempre à mão.

Procedimento de medição

  • Ligue o computador e leve-o a uma condição em que ocorra um problema.
  • Mude o multímetro para o modo de medição de tensão constante (o ícone no painel de instrumentos é circulado por uma moldura amarela). Defina o limite superior da escala para 20 V.
  • Conecte a sonda preta a qualquer almofada de metal na placa-mãe onde a tensão é de 0 V (por exemplo, perto do orifício de montagem) ou ao pino no conector no qual o fio preto se encaixa.
  • Instale a sonda vermelha na zona de medição (no conector oposto ao fio correspondente). O número que você vê no visor do testador é o indicador de voltagem em Volts.

Método 2: usando o jumper

Este método é ideal para testes iniciais da PSU para seu desempenho. No entanto, vale a pena fazer uma reserva com antecedência de que, se você nunca interferiu anteriormente na operação de aparelhos elétricos e não entendeu completamente o princípio de operação do PC, a melhor maneira é entrar em contato com especialistas técnicos.

Se você tiver alguma complicação, poderá colocar em risco sua vida e a condição da fonte de alimentação!

O objetivo desta seção do artigo é usar um jumper feito manualmente para o fechamento subsequente dos contatos da fonte de alimentação. É imediatamente importante observar que o método é muito popular entre os usuários e isso, por sua vez, pode ajudar bastante no caso de qualquer inconsistência com as instruções.

Antes de prosseguir diretamente para a descrição do método, será necessário desmontar o computador com antecedência.

    Desconecte todas as fontes de energia do PC.

Usando um conjunto padrão de ferramentas de engenharia, abra o gabinete do PC.

Idealmente, você deve remover a fonte de alimentação, mas pode ficar sem ela.

Desconecte todos os fios conectados da placa-mãe e outros componentes da montagem.

É aconselhável capturar de alguma forma a aparência dos elementos conectados, para que no futuro não haja problemas desnecessários.

Você pode aprender um pouco mais sobre como desativar a PSU em um artigo especial.

Depois de descobrir a introdução, você pode prosseguir para o diagnóstico usando um jumper. E imediatamente, note-se que esse método foi descrito anteriormente por nós, uma vez que foi criado principalmente para a possibilidade de iniciar o PSU sem o uso de uma placa-mãe.

Depois de se familiarizar com a metodologia de inicialização da PSU fornecida acima, depois de fornecer eletricidade, você deve prestar atenção ao ventilador. Se o resfriador principal do dispositivo não mostrar sinais de vida, você poderá concluir com segurança sobre a inoperabilidade.

Uma fonte de alimentação quebrada é melhor substituída ou reparada por um centro de serviço.

Se depois de iniciar o cooler estiver funcionando corretamente e a própria PSU emitir sons característicos, podemos dizer com um alto grau de probabilidade que o dispositivo esteja em condições de funcionamento. No entanto, mesmo nessas circunstâncias, a garantia de verificação está longe de ser ideal e, portanto, recomendamos uma análise mais aprofundada.

Como verificar o desempenho do alimentador se o computador não liga

Um dos motivos mais comuns para o computador não responder ao pressionar um botão liga / desliga é apenas a inoperabilidade da fonte de alimentação. Para confirmar ou refutar esta versão, basta um clipe de metal ou uma pinça com a qual simularemos um clique no botão. Lembre-se, um pouco antes, descobrimos que para isso você precisa fechar os fios verde e preto no conector PSU de 24 pinos, que se conecta à placa-mãe? Pouco antes disso, ele deve ser desconectado.

Em seguida, em ordem:

  • Conecte à fonte de alimentação, desconectada da placa mãe e dos dispositivos do computador, uma certa carga - o consumidor de energia. Por exemplo, uma unidade óptica não utilizada ou uma lâmpada. Lembre-se de que, se a fonte de alimentação falhar, o dispositivo conectado poderá falhar. Portanto, use o que não é uma pena.
  • Conecte a fonte de alimentação.
  • Use um clipe de papel para conectar 2 pinos opostos aos fios verde e preto. Se o alimentador dá sinais de vida - ele liga o ventilador por dentro, liga a carga conectada, o que significa que está operacional. No entanto, operacionalidade não significa manutenção, ou seja, esse método de diagnóstico permite diferenciar apenas um dispositivo de trabalho de um dispositivo totalmente inoperante.

Método 3: usar um multímetro

Como pode ser visto diretamente no nome do método, o método consiste em usar um dispositivo de engenharia especial "Multímetro". Primeiro de tudo, você precisará adquirir um medidor semelhante e aprender o básico de seu uso.

Normalmente, entre usuários experientes, um multímetro é chamado de testador.

Consulte o método anterior, seguindo todas as instruções de teste. Depois disso, certificando-se de que esteja operacional e mantendo o acesso aberto ao cabo principal da fonte de alimentação, você pode prosseguir para ações ativas.

  1. Primeiro, você precisa descobrir exatamente que tipo de cabo é usado no seu computador. Existem dois tipos deles:
    • 20 pinos
    • 24 pinos.
  2. Você pode fazer o cálculo lendo as especificações técnicas da fonte de alimentação ou contando o número de contatos do conector principal manualmente.

Dependendo do tipo de fio, as ações recomendadas variam um pouco.

Prepare um fio pequeno, mas suficientemente confiável, que é necessário para fechar determinados contatos.

Se você usar um conector PSU de 20 pinos, feche os contatos 14 e 15 usando um cabo.

Quando a fonte de alimentação está equipada com um conector de 24 pinos, é necessário fechar os 16 e 17 pinos, também usando um pedaço de fio previamente preparado.

Depois de concluir tudo exatamente de acordo com as instruções, conecte a fonte de alimentação à fonte de alimentação.

  • Ao mesmo tempo, verifique se, no momento em que a fonte de alimentação está conectada à rede, nada interage com o fio, ou melhor, com suas próprias extremidades.
  • Não se esqueça de usar a proteção das mãos!

    Como no método anterior, após o fornecimento de energia, a PSU pode não iniciar, o que indica diretamente um mau funcionamento. Se o cooler ainda funcionar, você pode prosseguir para um diagnóstico mais detalhado usando o testador.

      Para simplificar o entendimento, tomaremos como base o esquema de cores dos contatos, de acordo com sua função.

    Meça o nível de tensão entre os fios laranja e preto. O indicador apresentado a você não deve exceder o valor de 3,3 V.

    Realize uma verificação de tensão entre os terminais violeta e preto. A tensão resultante deve ser de 5 V.

    Teste os fios vermelho e preto. Aqui, como antes, deve haver uma tensão de até 5 V.

    Você também deve medir entre o cabo amarelo e preto. Nesse caso, o valor final deve ser 12 V.

    Todos os valores dados são arredondamentos desses indicadores, pois pequenas diferenças ainda podem ocorrer devido a determinadas circunstâncias.

    Após concluir nossos requisitos, verifique se os dados obtidos estão em conformidade com o padrão de nível de tensão. Se você notou diferenças bastante significativas, a fonte de alimentação pode ser considerada parcialmente defeituosa.

    O nível de voltagem fornecido à placa-mãe é independente do modelo da fonte de alimentação.

    Como o PSU em si é um componente bastante complexo de um computador pessoal, é melhor entrar em contato com um especialista para corrigi-lo. Isto é especialmente verdade para usuários que são novos na operação de dispositivos elétricos.

    Além do exposto, um multímetro pode ser útil no processo de verificação do adaptador de rede do laptop. E, embora as falhas nesse tipo de fonte de alimentação sejam raras, todos podem ter problemas, principalmente ao usar um laptop em condições bastante adversas.

      Desconecte o plugue de rede do laptop sem desconectar o próprio adaptador da rede de alta tensão.

    Depois de trocar o dispositivo para calcular o nível de tensão em volts, faça uma medição.

    É necessário descobrir o grau de carga entre o contato intermediário e lateral, de acordo com a captura de tela apresentada por nós.

    O resultado final do teste deve ser em torno de 9 V, com possíveis pequenos desvios.

    O modelo do laptop não afeta o nível de energia fornecido.

    Na ausência desses indicadores, é necessário examinar cuidadosamente o cabo de rede novamente, como dissemos no primeiro método. Na ausência de defeitos visíveis, apenas uma substituição completa do adaptador pode ajudar.

    Quais métodos para diagnosticar fontes de alimentação de computador ainda existem

    Verificar a fonte de alimentação com um multímetro e um clipe de papel é suficiente para identificar seu mau funcionamento em cerca de 70 a 80% dos casos. Se você não planeja continuar a repará-lo, isso pode ser limitado. No diagnóstico profissional de fontes de alimentação, não apenas esses, mas também outros métodos são usados ​​para localizar o defeito. Incluindo:

    • Verifique a ondulação da tensão de saída usando um osciloscópio. Este é um dispositivo bastante caro, por isso quase ninguém decide comprá-lo para uma operação única.
    • Desmontagem, inspeção, teste de tensões e resistências dos elementos da placa de circuito impresso para conformidade com as normas. É perigoso fazer isso sem preparação especial, pois as fontes de alimentação acumulam em algumas partes a tensão da fonte de alimentação doméstica. O contato acidental de qualquer elemento sob tensão pode resultar em choque elétrico.
    • Medição de corrente É realizado usando um amperímetro embutido no testador, incluído no espaço da linha testada. Para criar uma lacuna, geralmente solde os elementos do quadro.
    • Testes em suportes com equipamentos especialmente selecionados em vários modos de operação.

    Em resumo, existem muitos métodos para diagnosticar fontes de alimentação, mas nem todos são aplicáveis ​​e aconselháveis ​​em casa. Exceto para fins de pesquisa, a menos que, é claro, isso interesse o proprietário.

    Método 4: usando o testador da fonte de alimentação

    Nesse caso, para análise, você precisará de um dispositivo especial projetado para testar PSUs. Graças a este dispositivo, você pode conectar os contatos dos componentes do PC e obter os resultados.

    O custo desse testador, via de regra, é um pouco menor do que o de um multímetro de pleno direito.

    Observe que diretamente o próprio dispositivo pode diferir significativamente daquele fornecido por nós. E embora os testadores da fonte de alimentação sejam de modelos diferentes, com aparência diferente, o princípio de operação é sempre o mesmo.

      Leia as especificações do medidor que você está usando para evitar dificuldades.

    Conecte o fio correspondente da PSU ao conector de 24 pinos no gabinete.

    Dependendo das suas preferências pessoais, conecte os outros contatos aos conectores especiais do gabinete.

    Recomenda-se usar o conector Molex sem falhas.

    Também é aconselhável adicionar tensão do disco rígido usando a interface SATA II.

    Pode ser necessário segurar o botão brevemente.

  • Os principais indicadores são apenas três:
    • + 5V - de 4,75 a 5,25 V,
    • + 12V - de 11,4 a 12,6 V,
    • + 3,3V - de 3,14 a 3,47 V.
  • Se suas medidas finais forem inferiores ou superiores ao normal, como mencionado anteriormente, a fonte de alimentação exigirá reparo ou substituição imediata.

    Método 5: usando ferramentas do sistema

    Incluindo os casos em que a PSU ainda está em condições de funcionamento e permite iniciar o PC sem dificuldades especiais, é possível diagnosticar defeitos usando as ferramentas do sistema. Ao mesmo tempo, observe que a verificação é obrigatória apenas quando problemas evidentes no comportamento do computador, por exemplo, ativação ou desativação espontânea, são perceptíveis.

    Para executar o diagnóstico, você precisa de um software para fins especiais. Uma revisão detalhada dos programas mais relevantes foi feita por nós no artigo correspondente.

    Antes de prosseguir com o manual em si, você deve entender que o cálculo dos problemas com a PSU ocorre fazendo leituras do seu dispositivo e a carga máxima subsequente da fonte de energia. Assim, as ações tomadas podem acarretar conseqüências desastrosas.

      Execute o programa para testar os componentes do computador e estudar cuidadosamente os indicadores apresentados.

    Vá para um site especial onde você precisa preencher todos os campos apresentados de acordo com os dados da ferramenta de diagnóstico.

    No bloco "Resultados" pressione o botão "Calcular"para obter recomendações.

    Se as PSUs instaladas e as recomendadas não corresponderem em termos de tensão, é melhor abandonar a ideia de mais testes e adquirir um dispositivo adequado.

    No caso em que a energia da fonte de alimentação instalada for mais que suficiente para carga máxima, você poderá iniciar o teste.

      Faça o download do programa OCCT no site oficial, graças ao qual você pode provocar a carga máxima do PC.

    Após iniciar o software baixado e instalado, vá para a guia "Fonte de alimentação".

    Se possível, selecione a seleção ao lado do item "Use todos os núcleos lógicos".

    Clique no botão "ON"para iniciar o diagnóstico.

  • O processo de verificação pode durar um período de tempo muito significativo, até uma hora.
  • Se houver alguma dificuldade, o diagnóstico será interrompido devido a uma reinicialização ou desligamento automático do PC.

  • Consequências mais graves também são possíveis, na forma de falha de alguns elementos ou na tela azul da morte (BSOD).
  • Se você usa um laptop, esse tipo de verificação deve ser realizado com extrema cautela. Isso se deve ao fato de que os elementos de trabalho da montagem do laptop não predispõem a cargas pesadas.

    Com isso, o método pode ser considerado completo, pois após a conclusão bem-sucedida do teste, todas as suspeitas de mau funcionamento da PA podem ser removidas com segurança.

    No final do artigo, deve-se notar que, em geral, há uma quantidade bastante grande de informações sobre o diagnóstico e o reparo da fonte de alimentação na rede. Graças a isso, além de nossa ajuda por meio de comentários, você pode descobrir facilmente em que estado seu PSU e o computador como um todo estão.

    Agradeça ao autor, compartilhe o artigo nas redes sociais.