Que antibióticos beber para o tratamento de traqueíte em crianças e adultos

A traqueíte é chamada inflamação das membranas mucosas da garganta respiratória - a traquéia. Os sintomas de traqueíte são:

  • tosse seca frequente
  • dor de garganta e atrás do esterno,
  • fazendo cócegas e queimando atrás do esterno,
  • hiperemia da parede posterior da faringe e sua granularidade,
  • hemorragias superficiais na parede posterior da faringe.

A natureza desta doença polietiológica é viral, bacteriana, alérgica, pós-traumática, etc.

Dependendo da influência de um fator patogênico, o processo inflamatório ocorreu, a traqueíte pode ser:

  • viral
  • bacteriano
  • bacteriano-viral (misto),
  • alérgico
  • pós-traumático
  • associado à DRGE,
  • infeccioso e alérgico.

O sucesso do tratamento da traqueíte depende de quão corretamente foi estabelecida a causa de sua ocorrência, portanto, um especialista qualificado deve lidar com o diagnóstico e a nomeação de medicamentos.

Quando o antibiótico é apropriado?

A traqueíte é tratada com antibióticos? Na traqueíte bacteriana, podem ser utilizados antibióticos sistêmicos e locais.

Drogas antibacterianas são eficazes apenas contra a flora bacteriana. Eles são usados ​​se a doença tem uma origem bacteriana ou bacteriano-viral.

Com traqueíte viral e fúngica, antibióticos não são usados.

Para determinar a etiologia do processo infeccioso, são realizados vários estudos de laboratório.

Um extenso exame de sangue ajuda a determinar se a traqueíte é infecciosa ou alérgica, e estudos bacteriológicos (semeando uma mancha da traquéia e do escarro) revelam os agentes causadores da infecção e sua sensibilidade a um determinado tipo de drogas antibacterianas.

Deve-se ter em mente que o médico receberá as primeiras informações sobre a presença de bactérias que um esfregaço da traquéia pode dar em 7-14 dias; portanto, agentes antibacterianos de amplo espectro de ação são prescritos para o tratamento de traqueíte bacteriana.

Em um paciente com um sistema imunológico em bom funcionamento, o crescimento de bactérias é significativamente restringido, enquanto em um organismo com um sistema imunológico enfraquecido, todas as condições para a reprodução de bactérias e vírus são criadas. Esse fator é levado em consideração na prescrição de antibióticos: pacientes enfraquecidos precisam de uma dose mais alta. De acordo com as indicações, o tratamento pode ser complementado com medicamentos imunomoduladores.

O tratamento da traqueíte com antibióticos em adultos é aconselhável se:

  • traqueíte é combinada com bronquite bacteriana, pneumonia, laringite, amigdalite etc.,
  • são observados sintomas febris e intoxicantes graves,
  • existe risco de otite média aguda, sinusite, faringite e outras complicações.

O tratamento pode ser realizado:

  • antibióticos de diferentes classes,
  • expectorante
  • medicamentos destinados à terapia sintomática.

Quais antibióticos são mais eficazes para a traqueíte?

A categoria de medicamentos iniciais com os quais o tratamento com antibióticos é iniciado inclui antibióticos do grupo penicilina, apresentados:

Se um paciente tem intolerância à penicilina, ele recebe antibióticos bactericidas pertencentes ao grupo macrólido:

Na presença de infecções concomitantes graves, podem ser prescritos antibióticos de cefalosporina:

O grupo de medicamentos de reserva usados ​​em caso de ineficiência de outros antibióticos e a presença de pneumonia, bronquite complicada etc., inclui antibióticos de fluoroquinolona:

Azithromycin ® para traqueíte

Pode ser usado em uma das três formas de dosagem:

  • em cápsulas (0,25 g cada),
  • em comprimidos (0,25 g e 0,5 g cada),
  • sob a forma de grânulos destinados ao fabrico de uma suspensão.

Pertencente à classe dos macrólidos - antibióticos com amplo espectro de ação e caracterizados pela menor toxicidade, a azitromicina ® destrói efetivamente cocos gram-positivos, cujos representantes mais proeminentes são os estreptococos, estafilococos e pneumococos. O efeito terapêutico da azitromicina ® é aumentado devido à sua capacidade de se acumular nas células do sistema macrófago e ter um efeito antibacteriano prolongado.

O regime terapêutico da azitromicina ® para o tratamento de traqueíte em pacientes adultos oferece duas opções:

  • tomar 0,5 g do medicamento por dia (por três dias),
  • durante o primeiro dia - 0,5 g, e nos próximos quatro - 0,25 g.

Toda a dose diária deve ser tomada pelo paciente de cada vez, pelo menos uma hora antes da refeição.

Amoxicillin ® para traqueíte

Mais frequentemente usado por via oral, na forma de cápsulas e comprimidos. A dosagem recomendada para pacientes adultos e crianças (cujo peso corporal excede 40 kg) é de 0,5 g três vezes ao dia. No caso de um curso grave da doença, ela é duplicada (1 g três vezes ao dia).

As pausas entre as doses devem ser de pelo menos seis a oito horas. A duração média de um curso de tratamento varia de sete a dez dias. Sendo um antibiótico da série da penicilina, o medicamento tem um amplo espectro de ação.

Devido à baixa toxicidade e à baixa frequência de efeitos colaterais do efeito terapêutico, a amoxicilina ® é algumas vezes usada durante a gravidez (pesando cuidadosamente o possível risco para o feto em desenvolvimento).

Amoxiclav ® para traqueíte

Os comprimidos deste medicamento combinado contêm amoxicilina tri-hidratada ® e ácido clavulânico. Devido à composição aprimorada, o medicamento tem um espectro de ação mais amplo e é eficaz contra os estafilococos produtores de penicilina. Se ocorrer traqueíte na forma leve ou moderada, recomenda-se ao paciente tomar um comprimido:

  • 250 mg / 125 mg a cada oito horas,
  • 500 mg / 125 mg a cada doze horas.

Em casos graves da doença, recomenda-se tomar um comprimido (500 mg / 125 mg) ou um comprimido (875 mg / 125 mg) duas vezes ao dia, três vezes ao dia. A duração do curso terapêutico é de cinco dias a duas semanas.

Antibióticos no tratamento da traqueobronquite

Muitos estão interessados ​​na pergunta: "traqueobronquite: o que é e como tratá-la com antibióticos?" A resposta está no nome da doença. Em alguns pacientes, o processo inflamatório se desenvolve simultaneamente nas estruturas da traquéia e nos brônquios grandes. Como regra, isso é observado como resultado de uma propagação descendente da infecção: da traquéia aos brônquios.

Uma doença que combina as manifestações clínicas de traqueíte e bronquite é chamada traqueobronquite.

Como a bronquite, é acompanhada por uma tosse úmida (ou produtiva) com expectoração facilmente separada, mas cada ataque de tosse causa uma dor intensa atrás do esterno, característica da traqueíte. Se a tosse for prolongada e debilitante, o paciente pode sentir dor na zona do diafragma. Outro sintoma da traqueobronquite são os frequentes ataques de tosse, desencadeados pelo riso, respiração profunda, gritos, choro e acúmulo de muco na traquéia.

Escolhendo um antibiótico para o tratamento da traqueobronquite, o médico concentra-se nos resultados de estudos bacteriológicos do escarro, revelando a sensibilidade dos patógenos aos agentes antibacterianos.

Os nomes de antibióticos para traqueobronquite em adultos estão listados nesta lista:

  • Os medicamentos do grupo aminopenicilina utilizados no tratamento de formas não complicadas de traqueobronquite crônica são representados por amoxiclav ®, amoxicilina ® e augmentin ®. A principal desvantagem desses agentes altamente eficazes é a ocorrência frequente de reações alérgicas em pacientes.
  • Os antibióticos pertencentes à classe dos macrólidos e incluídos no regime de tratamento para pacientes que sofrem de formas complicadas de traqueobronquite crônica são representados por Azitromicina ®, Sumamed ®, "Azitrus" ® e "Midecamamycin ®.
  • Medicamentos antibacterianos da classe da fluoroquinolona (Levofloxacin ®, Avelox ®, Ofloxacin ®), com amplo espectro de ação, são utilizados no tratamento de formas complicadas da doença (em pacientes acima de 18 anos).

Quando nomeado

Antibióticos são indicados para traqueíte causada por bactérias ou bactérias junto com vírus. Antes da nomeação desses medicamentos, é necessária uma análise para identificar o patógeno, uma vez que, com lesões alérgicas, fúngicas e virais da traquéia, os agentes antibacterianos são ineficazes.

Quando o tratamento com antibióticos é indicado:

  • de acordo com as sugestões do médico, a doença se desenvolveu devido a pneumonia,
  • a tosse dura mais de 21 dias,
  • desde o início da doença, a hipertermia permanece estável e aumenta com o tempo,
  • existe risco de otite média, sinusite ou faringite.

A traqueíte é tratada com antibióticos em adultos e crianças.

Importante! Os resultados dos testes vêm após 7-14 dias. Nesse sentido, antibióticos de amplo espectro de exposição são mostrados no primeiro dia.

O que antibióticos tratam traqueíte

No combate à patologia, são utilizados agentes antibacterianos de várias penicilinas, cefalosporinas e macrólidos. Ao prescrever esses medicamentos, os seguintes fatores são considerados:

  • o quadro clínico da doença,
  • a idade da pessoa
  • espectro de ação da droga,
  • contra-indicações e presença de patologias concomitantes no paciente.

A dosagem é estabelecida de acordo com o peso, idade e gravidade da doença.

Grupo penicilina

As penicilinas são famosas por seu amplo espectro de ação, pertencem aos antibióticos beta-lactâmicos. Os fundos são produzidos com base no molde do gênero Penicilinas, ativo contra micro-organismos gram-positivos e alguns gram-negativos - gonococos, estreptococos, estafilococos, meningococos, espiroquetas.

Medicamentos eficazes para a penicilina para traqueíte:

São bem tolerados pelos pacientes, apresentam baixa toxicidade, uma ampla gama de dosagens. Antibióticos de origem natural biossintética, semi-sintética são isolados.

Como tomar antibióticos?

Para que os antibióticos possam dar o efeito máximo, é necessário:

  • Não interrompa o curso terapêutico prescrito.
  • Manter uma concentração constante de antibióticos no sangue, observando a frequência de ingestão, monitorando rigorosamente a manutenção dos mesmos intervalos de tempo entre o uso da droga.
  • Monitore de perto o efeito terapêutico do agente antibacteriano tomado. A ausência de qualquer melhoria na condição do paciente dentro de setenta e duas horas após o início do uso de antibióticos indica que as bactérias são resistentes aos medicamentos desse grupo e que é necessária uma substituição do medicamento.

Macrólidos

Quando uma pessoa é intolerante às penicilinas, são mostrados antibióticos bactericidas da série macrólida:

  • Eritromicina,
  • Sumamed
  • Wilprafen.

Eles fazem parte do grupo de drogas menos tóxicas, destroem bactérias de vários cocos, clamídia, micoplasma. Antibióticos macrolídeos se acumulam nos tecidos do trato respiratório, devido a isso seu efeito terapêutico é aprimorado.

Os medicamentos antibacterianos desta série são famosos pela baixa incidência de efeitos colaterais e contra-indicações.

Cefalosporinas

Se as preparações dessas séries não tiveram o efeito desejado ou foram encontradas contra-indicações, prescrevem-se cefalosporinas:

  • Ceftriaxona
  • Zinnat
  • Aksetin.

Eles têm um efeito bactericida em uma ampla gama de agentes patogênicos. Os principais elementos começam a atuar após 1 hora a partir do momento da administração, são evacuados do corpo após 8 horas com urina.

Em que traqueíte é racional prescrever antibióticos

Como demonstrado por inúmeros estudos científicos realizados em diferentes países do mundo, a principal razão para o desenvolvimento de traqueíte é a infecção viral respiratória aguda (infecção viral respiratória aguda), que ocorre com mais frequência em nosso clima no outono-inverno. Antibióticos agem apenas na flora bacteriana (com raras exceções, também em fungos e protozoários).

Ao usá-los para a patologia viral, eles não são apenas ineficazes, mas geralmente podem produzir várias complicações e efeitos colaterais. Portanto, surgiu uma questão lógica - como podemos distinguir entre traqueíte bacteriana e viral?

A maneira mais eficaz de detectar com segurança uma infecção bacteriana é a pesquisa bacteriológica. Por sua conduta, são utilizados esfregaços especiais, escarro ou muco, nos quais o patógeno é identificado usando métodos imunológicos e outros. Entre as desvantagens desse método está a duração de sua implementação, que geralmente equivale a vários dias, quando uma decisão sobre as táticas da terapia deve ser tomada imediatamente.

No entanto, continua a ser usado em situações difíceis de diagnóstico ou quando o tratamento prescrito após três dias é ineficaz. Além disso, permite estudar a sensibilidade dos micróbios a vários agentes antibacterianos. Isso permite que o médico assistente escolha o antibiótico mais ideal para um paciente em particular.

No entanto, o método empírico de monitorar a condição e as queixas do paciente é mais frequentemente utilizado na prática médica. Sabe-se que no contexto de uma infecção viral, na maioria dos casos, ocorre o enfraquecimento dos mecanismos de defesa imunológica do organismo. Isso leva à multiplicação da flora bacteriana patogênica por 3-10 dias de doença.

Clinicamente, isso se manifesta por uma deterioração do estado geral do paciente, o aparecimento de novos sintomas, uma mudança na natureza do escarro e outros sinais. É nesses casos que podemos falar sobre a necessidade de antibióticos. Além disso, um médico experiente coleta informações sobre casos de uma doença semelhante de parentes, parentes, amigos e colegas do paciente. Também ajuda a tomar a decisão certa sobre táticas de tratamento.

A importância dessa questão se deve ao fato de que, com o uso ineficaz e irracional de drogas antibacterianas, aumenta a resistência da flora microbiana a elas. Esse problema tornou-se especialmente urgente nos últimos anos, quando várias cepas de bactérias resistentes a antibióticos das últimas gerações foram descobertas.

Fluoroquinolonas

Vários fundos de reserva usados ​​para a falha absoluta de outros fundos incluem medicamentos antibacterianos de várias fluoroquinolonas:

Fluoroquinolonas são amplamente utilizadas no tratamento de traqueíte em fase avançada. Como estão repletos de efeitos colaterais do trato digestivo, seu uso nem sempre é justificado. Esses medicamentos têm um amplo espectro de efeitos, eficazes contra bactérias resistentes às penicilinas. Se a terapia exigir administração a longo prazo de medicamentos desse grupo, os fundos para disbiose devem ser usados ​​adicionalmente.

Aerossóis antibacterianos

Sprays para a garganta com ação antibacteriana, anti-inflamatória e envolvente geralmente são prescritos para a forma aguda da doença que surgiu devido a danos por fungos ou bactérias.

Importante! Se um vírus é estabelecido pelo patógeno, os aerossóis são selecionados para aliviar o inchaço, a irritação e o resfriamento da mucosa traqueal inflamada. As crianças recebem esses fundos a partir de 3 anos.

Aerossóis antibacterianos não são indicados para pacientes com doença pulmonar obstrutiva devido ao risco de ataque de asma.

Como usar sprays:

  1. Lave a garganta com água corrente para remover o muco e a placa purulenta.
  2. Com antecedência, pressione o spray 2 vezes para que a solução não penetre no spray.
  3. Insira o bico na orofaringe e pressione 2 vezes para o lado esquerdo e direito.
  4. Os primeiros 5 minutos após a injeção tentam não engolir saliva.
  5. Abster-se de comida e água por 40 minutos.

A lista de ferramentas eficazes:

  1. O hexaspray é um medicamento anti-séptico, o principal elemento é o biclotimol. Tem um efeito anti-inflamatório, elimina a irritação das mucosas. É aplicado 3 vezes ao dia por 2 doses.
  2. Ingalipt - reduz a queima, a transpiração na laringe devido à presença de timol e elementos vegetais: óleo de eucalipto e hortelã-pimenta. Aplique 3 vezes ao dia por 2 doses. Crianças menores de 3 anos, com lactação, gestantes, é proibido o uso de medicamentos.
  3. Cameton contém mentol, é considerado um anti-séptico. O medicamento ajuda a facilitar a respiração com uma tosse, o efeito medicinal dura até 6 horas. Diariamente faça 4 spray 3 vezes. Atribuído a crianças de 5 anos.

Será mais rápido curar a inflamação da traquéia nessa situação se uma pessoa lavar as passagens nasais com soro fisiológico. Uma concentração insignificante de sal inibe a propagação de agentes patogênicos e torna o muco menos líquido.

Quando é necessário tomar antibióticos para traqueíte?

Com traqueíte na garganta respiratória de uma pessoa, ocorre um foco de inflamação, afetando a membrana mucosa e as paredes da traquéia. A doença geralmente se manifesta no contexto de resfriados, gripes e rinites.

Quais antibióticos são prescritos para traqueíte em adultos e crianças?

Mas a causa é frequentemente bactérias patogênicas e aeróbicas que entram no trato respiratório:

  • estafilococos,
  • estreptococos,
  • Pseudomonas aeruginosa,
  • Moraxella catarrhalis,
  • pneumococo.

Na maioria dos casos diagnosticados, os vírus se tornam a causa da traqueíte. Mas com a inflamação nas paredes das áreas soltas da traquéia, a defesa imunológica cai. O corpo deixa de resistir à infecção bacteriana, portanto ocorre uma infecção secundária.

Antibióticos para traqueíte devem ser tomados se:

  • o paciente tem pneumonia, otite média purulenta ou sinusite,
  • tosse de etiologia pouco clara dura mais de 10 dias,
  • durante a semana existe uma temperatura acima de 37,5 °,
  • a rinite se intensifica.

Antes de usar antibióticos, o médico deve prescrever uma série de testes. Os esfregaços mais informativos da faringe ou das mucosas do nariz, onde um grande número de bactérias aeróbicas está concentrado durante a traqueíte. Para cada subespécie, os medicamentos são selecionados individualmente, o que garante eficiência e recuperação rápida.

A escolha do antibiótico para o tratamento da traqueíte em uma criança

A traqueíte em crianças é considerada uma doença perigosa. Devido à estrutura imperfeita do sistema respiratório e traquéia, os bebês apresentam maior risco de estenose, cãibras dolorosas. As supurações da garganta dão complicações ao sistema urinário, o coração da criança.

No estágio agudo da doença com menos de 3 anos, muitos sintomas são mais pronunciados:

  • a temperatura mantém os indicadores 38–39 °,
  • tosse alta e forte
  • muco abundante com uma tonalidade verde
  • palidez da pele,
  • sonolência

Antibióticos para traqueíte em crianças pequenas devem ser prescritos apenas por um médico. Ele se concentra em várias manifestações da doença, testes e o perigo de uma doença concomitante: laringite, faringite, pneumonia.

Ao tratar e escolher drogas, ele observa várias regras:

  • com traqueíte, o antibiótico é combinado com outros métodos,
  • durante a administração, o intestino deve ser protegido da disbiose,
  • antibióticos de amplo espectro devem ser usados.

Medicamentos semelhantes no tratamento da traqueíte em crianças são prescritos após o estágio agudo, quando sua necessidade é estabelecida com segurança.

Entre os antibióticos mais recomendados e comuns em pediatria estão:

É difícil para as crianças em idade pré-escolar tomarem pílulas, então os fabricantes oferecem antibióticos na forma de uma suspensão doce. O medicamento é prescrito em uma dose calculada com base no peso do bebê, tome pelo menos 2 vezes por dia.O tratamento dura de 5 a 7 dias.

Inalação com antibióticos

Drogas antibacterianas são frequentemente usadas como soluções para inalação. Este método é considerado mais eficaz, uma vez que os componentes ativos da droga caem imediatamente na área do foco inflamatório. Além disso, esse método de uso de drogas reduz o risco de efeitos colaterais, principalmente no intestino. Os medicamentos para medidas de inalação devem ser adquiridos na forma de soluções prontas ou pós.

  1. Fluimucil. A ferramenta é diluída com solução salina. Adultos e pacientes pequenos de até 6 anos de idade respiram fumaça duas vezes por dia. A duração máxima do tratamento é de 10 dias.
  2. Bioparox. O elemento ativo é fusafungin. Tem um efeito bactericida, enfraquece a inflamação na traquéia. Os adultos mostram inalações com um intervalo de 4 horas e crianças - 6. O curso terapêutico dura 5-10 dias.

É proibido interromper o curso do tratamento com inalações.

Que antibióticos tomar com traqueíte em adultos?

A escolha de um agente eficaz para o tratamento de pacientes adultos é baseada no tipo de patógeno. Portanto, não se deve recusar o diagnóstico preliminar.

A lista de medicamentos recomendados por especialistas:

  1. Grupo penicilina - Amoxicilina, Amoxiclav, Augmentin.
  2. Fluoroquinol - Levofloxocina, Abactal.
  3. Macrolítico - Claritromicina, Azitromicina.
  4. Cefalosporina - Ceftriaxona, Cefazolina.

Se não houver oportunidade de realizar análises de escarro e selecionar antibióticos com precisão, os médicos prescrevem uma ampla gama de medicamentos. Bons resultados são registrados no contexto do uso de ceftriaxona, Amoxicilina. Em caso de complicações, recomenda-se que os pacientes adultos sejam submetidos a um tratamento por injeção, de ação rápida, não afetando a mucosa gástrica com gastrite ou úlcera.

Para o tratamento de traqueíte, a dosagem é selecionada com base no peso do paciente. Certifique-se de levar em consideração doenças crônicas dos órgãos internos, presença de diabetes mellitus ou hipertensão. O tratamento começa com o início de antibióticos, que diferem em efeitos colaterais mínimos. Adultos são mais frequentemente prescritos como amoclavina, clavocina ou aumentação. Na ausência de efeito e piora da condição, é selecionado um medicamento com foco mais restrito: Ospexin, Keflex, Josamycin.

Antibióticos durante a gravidez

Na segunda metade da gravidez, as mulheres começam a mudar o diafragma. Ela se levanta, abrindo espaço para o feto em crescimento. Portanto, um simples resfriado com tosse se torna causa de traqueíte e ameaça com conseqüências desagradáveis. Nesse caso, os antibióticos são necessários, mas sua escolha deve ser acordada com o obstetra-ginecologista: alguns medicamentos são estritamente proibidos no trimestre trimestral, com muitas limitações.

Antibióticos para traqueíte durante a gravidez são selecionados no grupo da penicilina. Esses medicamentos foram testados e numerosos estudos são relativamente seguros para o embrião. Eles não perturbam a circulação sanguínea e a nutrição da placenta, não provocam patologias de desenvolvimento.

Lista de medicamentos aprovados para futuras mães:

Se a traquite é complicada por bronquite ou pneumonia, são prescritos antibióticos, que são macrólidos. Por exemplo, o medicamento Azitromisina pode ser tomado apenas 1 vez por dia, e o tempo médio de tratamento não excede 5 dias.

As regras da antibioticoterapia para traqueíte

A primeira regra de tomar antibióticos é que apenas um médico qualificado pode prescrevê-los. Somente ele é capaz de avaliar qualitativamente a necessidade do uso de um medicamento em uma situação específica. A automedicação com antibióticos geralmente leva ao desenvolvimento de vários efeitos colaterais e complicações. Muitas vezes, os pacientes escolhem incorretamente a dose do medicamento de que precisam, o que às vezes provoca uma overdose.

Além disso, você deve seguir o regime correto para tomar um agente antibacteriano, que depende de suas propriedades farmacológicas. Alguns medicamentos (penicilinas) devem ser tomados estritamente com o "estômago vazio", enquanto outros (claritromicina) podem ser tomados com as refeições. Você não pode ajustar de forma independente a dosagem do medicamento ou cancelá-lo, mesmo que o paciente tenha melhorado significativamente a saúde.

É melhor tomar antibióticos em um horário fixo do dia. Para beber uma cápsula ou comprimido de um medicamento, é aconselhável usar água pura. Também é permitido chá leve ou água de mesa. Isso se deve ao fato de que alguns dos componentes que entram nas bebidas podem afetar a absorção de antibióticos e outras drogas. Portanto, é proibido beber agentes antibacterianos com álcool, café, sucos, bebidas carbonatadas e laticínios.

Se você pular o antibiótico, não entre em pânico. É suficiente tomar a dose esquecida do medicamento o mais rápido possível e continuar a terapia como de costume. Na próxima consulta com o médico, você precisa relatar o que aconteceu.

Se o paciente descobriu a ocorrência de efeitos colaterais, ele precisa entrar em contato imediatamente com seu médico.

Somente ele deve tomar uma decisão sobre se é necessário cancelar a terapia, substituir o medicamento ou a ansiedade do paciente sem motivo e ele precisa ser tranquilizado e fornecer apoio psicológico.

Antibióticos para inalação com traqueíte

Antibióticos para traqueíte podem ser usados ​​como inalações. O medicamento é pulverizado na laringe, suas micropartículas se depositam nas membranas mucosas da traquéia. Isso ajuda a evitar um ataque de estenose, aliviar o inchaço e a vermelhidão. Para o tratamento, uma dose mínima é suficiente, o que reduz o risco de uma reação alérgica e efeitos colaterais. O método é adequado para pacientes adultos, é recomendado para crianças com mais de 3 anos.

Um antibiótico para inalação deve ser adquirido na forma de uma solução. Uma ampola é suficiente para 2-3 procedimentos.

A lista de medicamentos para o nebulizador permite escolher um remédio, levando em consideração as complicações da traqueíte:

Antes do uso, os antibióticos são diluídos com água para injeção ou solução salina. Uma dose única de traqueíte para uma criança é de 100 a 125 mg, um adulto precisa de 250 a 500 mg.

Como se livrar da traqueíte sem antibióticos?

A traqueíte pode ser curada sem antibióticos? Obviamente, é possível se a doença tiver uma etiologia viral. O principal objetivo do tratamento sintomático é aliviar os ataques de tosse e eliminá-lo completamente.

Para implementar esta tarefa, aplique:

  • Medicamentos expectorantes que facilitam a descarga do escarro. Um dos produtos mais populares é o Ambroxol ®. A dosagem ideal para pacientes adultos é de um comprimido três vezes ao dia.
  • Bromhexine ® tem um bom efeito de tosse. Uma ampla variedade de formas de dosagem (comprimidos, gotas, soluções para injeção e uso oral, drágeas e xaropes) permite que você a inclua no regime de tratamento de pacientes de qualquer idade. O efeito terapêutico do uso de bromexina começa a aparecer após dois a quatro dias a partir do início do tratamento. A dose diária do medicamento (para crianças acima de quatorze anos e pacientes adultos) é de 16 mg, sujeita a uma ingestão de quatro vezes. A duração máxima da terapia é de cinco dias.
  • Para interromper os ataques de tosse seca e improdutiva, os pacientes costumam receber medicamentos prescritos que reduzem a sensibilidade das membranas mucosas do trato respiratório à ação de substâncias irritantes. Um desses agentes é a libexin ®. Pacientes adultos devem tomar um comprimido de 100 mg, 3-4 vezes ao dia. O tamanho da dose diária destinada ao tratamento da criança e ajustado de acordo com a idade varia de 25 a 50 mg.
  • O uso de poções, coletas de mama e decocções de plantas medicinais fornece bons resultados no tratamento de traqueíte aguda de etiologia não bacteriana (orégano, trevo-doce, tomilho, pé de colts, tomilho, banana-da-terra, angélica são usados ​​para sua preparação). 100 ml de decocção herbal quente devem ser tomados duas vezes ao dia. Também é útil usá-lo para gargarejar.

Que antibióticos são usados ​​no tratamento da traqueíte

Vários fatores influenciam a escolha de um medicamento antibacteriano. O primeiro deles é o tipo de patógeno. Muitos estudos clínicos foram realizados que mostraram que a traqueíte bacteriana ocorre mais frequentemente devido a estafilococos, bacilos hemofílicos, estreptococos e moraxella.

A traqueíte na maioria dos casos refere-se a patologias infecciosas tratadas em nível ambulatorial.

Portanto, esses pacientes devem ser prescritos medicamentos sob a forma de administração oral (comprimidos, cápsulas, xarope).

Se a traqueíte for tratada em uma enfermaria de hospital, os medicamentos que podem ser usados ​​para administração intramuscular ou intravenosa são preferidos. Geralmente escolha um dos medicamentos:

  • penicilinas (amoxicilina, apicilina, Augmentin),
  • macrólidos (azitromicina, claritromicina),
  • cefalosporinas (cefoperazona, ceftriaxona),
  • fluoroquinolonas (levofloxacina, hemifloxacina).

Dosagem e regras de uso

A dose diária é prescrita nas instruções, mas às vezes o médico faz ajustes no horário e na duração da administração. Para obter rapidamente um resultado, em condições especialmente graves, são prescritas injeções de antibióticos. Se a gravidade da patologia não for acompanhada de sintomas intoleráveis, são indicadas preparações em forma de comprimido. A dosagem para crianças é calculada pelo médico assistente, dependendo do seu peso e idade.

  1. Não pare o curso terapêutico por conta própria.
  2. Manter uma concentração constante da droga no sangue. Isso é alcançado observando a frequência de seu uso. Para fazer isso, você precisa tomar o medicamento ao mesmo tempo.
  3. Monitorar constantemente o efeito terapêutico do antibiótico tomado. Se não houver melhora ou desenvolvimento de efeitos colaterais, consulte um médico.

O tratamento com antibióticos deve durar, em média, 3-14 dias. Eles também são prescritos para fins preventivos, para evitar complicações após a inflamação da traquéia.

Antibióticos para traqueíte em crianças

As crianças são geralmente tratadas sem agentes antibacterianos. São relevantes para patologias de natureza prolongada, com exacerbações ou quando são acompanhadas por sinusite, otite média.

A lista de medicamentos antibacterianos prescritos para pacientes pequenos:

  1. Bioparox. O medicamento é usado por inalação, para crianças com mais de 3 anos. O procedimento é realizado 1 vez por dia.
  2. Azitromicina O antibiótico de última geração da série macrólida de amplo espectro de influência. Usado uma vez por dia desde o nascimento.
  3. Augmentin. O medicamento pertence às penicilinas, 1 comprimido é usado uma vez ao dia para crianças a partir dos 3 anos de idade como suspensão.

Os médicos prescrevem antibióticos para crianças com efeitos menos poderosos para evitar efeitos colaterais.

O que pode ser usado durante a gravidez e lactação?

Se os primeiros sintomas da doença ocorrerem, a futura mãe deve consultar imediatamente um médico. O autotratamento da traqueíte é perigoso para o feto. A dosagem é calculada pelo médico. Por via de regra, em 5-7 dias de uso de agentes antibacterianos, é possível lidar com os sinais de patologia. Os médicos prescrevem os medicamentos que atravessam a placenta e afetam o feto em menor grau. É dada preferência aos fundos na forma de injeções, uma vez que passam pelo trato digestivo.

Quais antibióticos são permitidos:

  • Ceftriaxona
  • Cefazolina
  • Ampicilina
  • Amoxicilina
  • Amoxiclav
  • Flemoxin Solutab.

Atenção! Para aumentar as funções de proteção, imunomoduladores são adicionalmente prescritos.

Contra-indicações

Cada agente antibacteriano implica suas contra-indicações.As principais proibições incluem:

  • rim, fígado,
  • intolerância individual aos componentes,
  • neurite óptica,
  • úlcera no estômago.

Uma lista detalhada de contra-indicações é indicada nas instruções de cada antibiótico.

A traqueíte pode ser tratada sem antibióticos?

A cura da patologia do sistema respiratório sem agentes antibacterianos é possível na situação em que vírus, fungos atuam como agente causador da doença ou surge no contexto de uma resposta alérgica do sistema imunológico ao estímulo.

Em relação à forma bacteriana - depende muito do funcionamento das propriedades protetoras. Quando não são necessários antibióticos, a terapia sintomática na forma de medicamentos antipiréticos expectorantes será suficiente para curar a doença. É possível identificar a necessidade de tomar agentes antibacterianos somente após ser examinado por um médico.

Tratamento de traqueíte com antibióticos

A traqueíte ocorre em duas formas - aguda e crônica. A traqueíte aguda, cujo principal sintoma é uma tosse seca persistente que rasga a garganta, na maioria dos casos é combinada com inflamação aguda da mucosa nasal (rinite), inflamação da faringe mucosa (faringite) e laringe (laringite). Todos esses processos inflamatórios são resultado de uma infecção viral. Como você sabe, os vírus não têm uma estrutura celular e invadem as células vivas; portanto, os antibióticos para a traqueíte aguda de origem viral são impotentes e a tosse é tratada com medicamentos antitussígenos (na forma de comprimidos ou medicamentos), inalações alcalinas, decocções de plantas medicinais etc.

Mas a traqueíte infecciosa pode se desenvolver devido à exposição a uma infecção bacteriana. Além disso, como observado pelos microbiologistas, as bactérias podem se tornar a causa raiz da doença e acompanhar os vírus existentes. Isso acontece porque os vírus, suprimindo o sistema imunológico humano, facilitam o desenvolvimento de bactérias patogênicas no corpo.

Nessa situação, antibióticos para traqueíte e bronquite, bem como para outras doenças do trato respiratório de origem bacteriana, cumprem sua principal tarefa terapêutica - inibem o crescimento de patógenos.

As indicações para começar a usar o antibiótico para traqueíte em adultos são: suspeita de pneumonia (pneumonia), a duração da tosse excede três semanas, desde o início da doença a temperatura mantém + 37,5-38 ° С e continua a crescer, sinais de inflamação aparecem amígdalas (amigdalite), orelhas (otite média) ou seios da face (sinusite).

Note-se que a traqueíte aguda não tratada oportuna pode se tornar crônica. Porém, a inflamação crônica da mucosa da traquéia pode estar associada às características anatômicas do trato respiratório humano ou à presença de alterações patológicas nelas, bem como a mudanças freqüentes na temperatura do ambiente. Como regra, a traqueíte crônica - com ataques de tosse durante a noite e após o sono - sofre fumantes pesados ​​e pessoas que abusam de álcool, bem como aquelas cujo trabalho está associado a vários produtos químicos cujos vapores irritam a membrana mucosa da garganta respiratória e causam sua inflamação. Além disso, em quem sofre de alergias, o pó é a causa da traqueíte alérgica. Nesses casos, os otorrinolaringologistas nunca tratam a traqueíte com antibióticos.

Qual é o melhor antibiótico para traqueíte?

Assim, de acordo com a anamnese, todos os sintomas, além de exames clínicos de sangue e exame bacteriológico de escarro e esfregaços da garganta, o médico determinou que a traqueíte é causada por bactérias. Ou seja, o tratamento da traqueíte com antibióticos é inevitável.

Ao prescrever antibióticos para se livrar da traqueíte, tudo deve ser levado em consideração: o quadro clínico da doença, a idade do paciente e a presença de patologias concomitantes, o espectro de ação de um medicamento em particular e suas contra-indicações.E a dosagem recomendada de antibióticos é determinada pela gravidade do processo inflamatório.

Segundo muitos especialistas, os antibióticos mais eficazes para a traqueíte são os medicamentos do grupo penicilina, administrados por via parenteral. Mas existem muitos medicamentos desse grupo que são tomados por via oral ou têm várias formas. Além disso, eles têm um espectro mais amplo de atividade antibacteriana. Por exemplo, a droga Augmentin (sinônimos - Amoxicilina potencializada pelo clavulanato, Amoxiclav, Amoclavina, Clavocina) contém amoxicilina (um antibiótico semi-sintético da penicilina) e ácido clavulânico (que protege a amoxicilina da decomposição e expande o espectro de seu efeito antibacteriano). Este medicamento está disponível na forma de comprimidos, pó para a preparação de uma solução injetável e pó para a preparação de uma suspensão.

Augmentin (comprimidos 1 g) é utilizado no tratamento de adultos e crianças com mais de 12 anos de idade - um comprimido duas vezes por dia (no início de uma refeição). Em formas graves de traqueíte aguda e outras infecções bacterianas do trato respiratório - um comprimido 3 vezes ao dia. Para doenças gastrointestinais, mononucleose infecciosa e insuficiência renal crônica, este antibiótico deve ser usado com cautela. E durante a gravidez, especialmente no primeiro trimestre e durante a lactação, não é recomendável tomá-lo.

Se os pacientes são intolerantes à penicilina e seus derivados, são prescritos antibióticos do grupo cefalosporina ou do grupo macrólido. Para traqueíte aguda bacteriana ou viral-bacteriana, os médicos recomendam tomar Cephalexin (sinônimos - Ospeksin, Keflex), que tem um efeito bactericida em uma ampla gama de patógenos. As substâncias ativas da droga começam a agir, interrompendo a síntese da parede celular dos microrganismos, 1-1,5 horas após a administração, e são completamente excretadas do corpo após 8 horas com a urina. Este antibiótico está disponível na forma de cápsulas, comprimidos e pó para suspensão.

A dose diária de cefalexina (0,25 g de cápsulas) para adultos é de 1 a 4 g, o medicamento deve ser tomado a cada 6 horas, meia hora antes das refeições, bebendo 150-200 ml de água. O curso do tratamento é de até duas semanas. O medicamento tem efeitos colaterais: de fraqueza, dor de cabeça, urticária e dispepsia até icterícia colestática e leucopenia. Contra-indicações são intolerância a cefalosporinas e antibióticos à penicilina, bem como crianças menores de 12 anos de idade.

Os próximos na lista de antibióticos para a traqueíte são os macrólidos, que estão entre os agentes menos tóxicos da família dos antibióticos. Os macrólidos lidam bem com cocos gram-positivos e pneumococos, agem sobre os agentes causadores de tosse convulsa e difteria, legionella e espiroquetas, clamídia e micoplasma. Os antibióticos desse grupo farmacológico se acumulam nos tecidos dos órgãos respiratórios, incluindo a mucosa traqueal, devido aos quais seu efeito terapêutico se torna mais forte.

Macrólido antibiótico A azitromicina está disponível na forma de cápsulas (0,25 g cada), comprimidos (0,125 g e 0,5 g cada), e também na forma de um pó para suspensão (em frascos de 15 ml e 30 ml). Esquema de uso deste medicamento por adultos: 0,5 g por dia durante três dias ou 0,5 g no primeiro dia e 0,25 g por mais quatro dias. A dose inteira é tomada de cada vez - uma hora antes da refeição.

A droga Josamicina (sinônimo - Vilprafen) também pertence ao grupo de antibióticos macrólidos naturais e em 2012 foi incluída na "Lista de medicamentos vitais e essenciais" da Rússia. É utilizado no tratamento de inflamação infecciosa do trato respiratório e da cavidade oral, no tratamento de clamídia, gonorréia, sífilis, escarlatina, disenteria e outras doenças.Com traqueíte de etiologia bacteriana, a Josamicina é prescrita a adultos e crianças com mais de 14 anos de idade, 1-2 gramas por dia - em três doses. Este medicamento pode ser usado durante a gravidez e durante a amamentação.

Reações adversas graves no tratamento com antibióticos do grupo macrólido são raras e se manifestam por náusea, vômito e dor abdominal. E, entre as suas contra-indicações, estão indicadas disfunção hepática acentuada e hipersensibilidade individual a medicamentos desse grupo.

Como curar a traqueíte sem antibióticos?

Se os antibióticos para traqueíte forem usados ​​apenas para a origem bacteriana ou viral-bacteriana da doença, os médicos lidam com a traqueíte viral comum usando outros métodos.

Por exemplo, com a ajuda da terapia sintomática tradicional, que visa aliviar a tosse e se livrar completamente dela. Entre os medicamentos expectorantes para tosse improdutiva (seca), os médicos recomendam tomar Ambroxol ou Bromexina, não muito diferente.

O ambroxol (sinônimos - Lazolvan, Ambrolitic, Bronchopront, Fluixol, Lindoxil, Mucosan, Mukovent, Secret, Viscomcil) aumenta a secreção de muco no trato respiratório e é prescrito para adultos 2-3 vezes ao dia (após as refeições) para adultos. A dosagem do medicamento na forma de xarope para crianças é de: até 2 anos - 2,5 ml 2 vezes ao dia, de 2 a 5 anos - 2,5 ml 3 vezes ao dia, durante 5 anos - 5 ml 2-3 vezes por dia. Os efeitos colaterais podem incluir azia, dispepsia, náusea, vômito, erupção cutânea.

Um medicamento mucolítico com efeito de tosse - Bromexina (Bronhostop, Solvin) - está disponível na forma de drageia, comprimidos, gotas, injeção, solução oral, bem como xarope e comprimidos para crianças. O efeito terapêutico do medicamento aparece após 2-5 dias desde o início do tratamento. Para aumentá-lo, você precisa beber uma quantidade suficiente de líquido. É prescrito a adultos e crianças com mais de 14 anos de idade - 8-16 mg 3-4 vezes ao dia, crianças com mais de 2 anos - 2 mg três vezes ao dia, 2-6 anos - 4 mg 3 vezes ao dia, 6-14 anos - 8 mg 3 vezes ao dia Duração de uso - não mais que 5 dias. Entre as contra-indicações deste medicamento estão hipersensibilidade, úlcera gástrica, gravidez (primeiro trimestre), lactação, idade das crianças (até 6 anos para tomar comprimidos).

Para aliviar os ataques de tosse seca, os médicos podem prescrever medicamentos que reduzem a sensibilidade da membrana mucosa do trato respiratório a substâncias irritantes, por exemplo, Libexin. A dose média para adultos é de 100 mg (1 comprimido) 3-4 vezes ao dia. E a dose média para crianças, dependendo da idade e do peso corporal, é de 25 a 50 mg (0,25 a 0,5 comprimidos), 3-4 por dia.

Um efeito terapêutico positivo na traqueíte não bacteriana aguda é causado por várias misturas baseadas na raiz do marshmallow, alcaçuz e termopsia. Você também pode usar coleções especiais de mamas de plantas medicinais, prepará-las e beber de acordo com as recomendações indicadas na embalagem. E para uso interno, são preparadas decocções à base de plantas com base no pé de colts, trevo doce, violeta tricolor, angélica, banana, orégano ou tomilho. Decocções de ervas devem ser bebidas quente, 100 ml duas vezes por dia, também é útil gargarejar com eles.

Eles ajudam a aliviar a condição com a inalação de traqueíte com brotos de pinheiro, folhas de eucalipto, sálvia ou tomilho. Você precisa preparar uma decocção dessas plantas (uma colher de sopa em um copo de água fervente) e depois (se não houver um inalador especial) respirar sobre a composição levemente resfriada, cobrindo a cabeça com uma toalha de banho.

E lembre-se de que, com toda a variedade de medicamentos, incluindo antibióticos para traqueíte, o efeito terapêutico no corpo do mel natural das abelhas e chá quente comum com limão, ninguém cancelou ...

Indicações para o uso de antibióticos

A ocorrência de traqueobronquite geralmente ocorre no contexto de uma infecção viral respiratória aguda; o tratamento pode ocorrer sem antibióticos. Entre as indicações para uso:

  • Infecção bacteriana formando expectoração mucopurulenta
  • Sinais crescentes de intoxicação, tosse prolongada, com expectoração
  • Diagnosticando um paciente com uma forma alérgica de traqueobronquite
  • Defeito anatômico no desenvolvimento do trato respiratório
  • Doença cardiovascular
  • Patologia do sistema respiratório
  • Idade do paciente com menos de três anos
  • A presença de diabetes em um paciente

Indicações e contra-indicações para o uso de antibióticos

Antibióticos são necessários nos casos de:

  • A ocorrência de pneumonia, sinusite, otite média em um paciente
  • Causa pouco clara da tosse com duração superior a dez dias
  • Aumento do corrimento nasal
  • Se dentro de uma semana o paciente tiver um aumento de temperatura acima de 37,5 graus

A nomeação de antibióticos é precedida de várias análises, entre as quais um esfregaço da faringe, membranas mucosas nasais fornece grandes informações. Com traqueíte, um grande número de bactérias do tipo aeróbico está concentrado nessas áreas. Para cada subespécie, um medicamento individual é selecionado.

Entre as contra-indicações ao uso de antibióticos:

  • O paciente tem uma intolerância individual aos componentes dos medicamentos
  • Gravidez
  • Período de amamentação

Recursos do Curso

Um médico com traqueobronquite prescreve antibióticos relacionados a mucrólidos e aminopenicilinas. Estes são medicamentos que destroem bactérias nas paredes brônquicas. Muitas vezes causam uma reação alérgica, portanto, são prescritos com cautela. Se o paciente não tolerar penicilinas, são prescritas cefalosporinas. Se o paciente tem uma forma crônica de patologia, as fluoroquinolonas são prescritas, mas têm efeitos colaterais no trato digestivo.

Como escolher um antibiótico para uma criança

A traqueobronquite é mais perigosa na infância do que na idade adulta. Isto é devido à falta de formação do sistema respiratório. Como resultado, o risco de desenvolver estenose aumenta a ocorrência de espasmos dolorosos. A formação de supuração na garganta é refletida por complicações nos sistemas urinário e cardiovascular das crianças.

Os sintomas são mais vívidos:

  • Aumento da temperatura corporal para 38-39 graus
  • O aparecimento de uma tosse forte e forte
  • Uma grande descarga de muco com uma tonalidade esverdeada
  • Palidez da pele
  • Letargia, sonolência

O tratamento infantil é realizado com o uso de agentes que removem e diluem o escarro. Os médicos optam pela raiz de alcaçuz e pelo Ambroxol. Muitas vezes, as inalações são usadas no tratamento de crianças. O curso da terapia é com medicamentos imunomodulados e antialérgicos (por exemplo, com o uso de Umkalor). Ao prescrever antibióticos, são prescritos medicamentos que normalizam a microflora intestinal.

Posso usar antibióticos para mulheres grávidas

As mulheres grávidas podem usar antibióticos sob supervisão médica. O médico prescreve medicamentos que não prejudicam o feto. O tratamento é difícil devido a um diafragma sedentário e elevado. Na forma aguda da patologia, Bioparox é prescrito - um medicamento que não penetra na placenta, que é usado na forma de inalação.

Inalação com traqueobronquite

Antibióticos para traqueobronquite também são usados ​​na forma inalada. A terapia é eficaz devido à penetração da substância ativa diretamente no foco da inflamação, com efeitos colaterais mínimos no trato digestivo. As preparações por inalação são liberadas na forma de um pó ou solução.

Um medicamento freqüentemente prescrito para inalação é a fluomizina. O medicamento é diluído com solução salina. Os adultos precisam tomar duas inalações por dia, para crianças menores de seis anos de idade - uma vez por dia. A duração máxima do curso de inalação é de dez dias. Ao inalar, você não pode usar outros antibióticos.

Medicamentos eficazes para traqueobronquite

Considere qual dos medicamentos mais eficazes. Na primeira etapa, o médico nomeia: Amoxicilina Amoxilav, Flemoklav. Com intolerância, são prescritos antibióticos relacionados ao bactericida:

  • Azitromicina
  • Eritromicina

Se o paciente tiver uma infecção concomitante grave, é prescrito:

  • Suprax
  • Cefazolina
  • Zinnat

Considere o uso de alguns medicamentos separadamente

O uso de azitromicina para traqueíte

A azitromicina está disponível na forma de cápsulas, comprimidos ou grânulos para a preparação de suspensões. Este é um antibiótico wetrolide de amplo espectro. O medicamento tem baixa toxicidade, combate cocos gram-positivos: estafilococos e pneumococos. A azitromicina se acumula nas células e tem um efeito antibacteriano. Quando a traqueíte em um adulto, 0,5 gramas por dia é usado por três dias, ou 0,5 gramas no primeiro dia e quatro dias às 0, 25. A dose diária é tomada uma vez, uma hora antes da refeição.

Como usar antibióticos

O uso de antibióticos segue várias regras simples:

  • Os medicamentos são lavados apenas com água sem gás
  • Para apoiar a microflora intestinal, são utilizados produtos que contenham bifidobactérias (Hilak Forte, Lactofiltrum)
  • O médico calcula a dosagem do medicamento, com base no peso do paciente, você não pode alterar independentemente a dosagem
  • Não interrompa o curso do uso de antibióticos

Se você iniciar um tratamento no primeiro dia após o início do processo inflamatório, não ocorrerão complicações e infecções. São utilizados mucolíticos que estimulam a eliminação do escarro. Os mais famosos deles: Bromexina, Lazolvan, Bronchostop.

A traqueobronquite aguda é tratada com inalação à base de água mineral, refrigerante e solução salina. Os óleos da árvore do chá, eucalipto e alecrim restauram a mucosa brônquica irritada. Lavagens eficazes com camomila farmacêutica, erva de São João. Antes de usar a medicina tradicional, consulte seu médico. Além da azitromicina, Suprax e outros antibióticos descritos no artigo, o médico pode prescrever outros medicamentos, não tome o medicamento você mesmo.

Descrição de antibióticos comuns

Os antibióticos mais populares prescritos pelos médicos para a inflamação aguda e crônica da traquéia:

  1. Azitromicina Pertence ao grupo antibiótico macrólido, afeta tipos comuns de bactérias (estafilococos, pneumococos). Devido ao baixo grau de toxicidade, os efeitos colaterais raramente ocorrem. Quando tomado, acumula-se no tecido mucoso, continuando a protegê-lo após o final do curso do tratamento.
  2. Amoxiclav. Estes são antibióticos do tipo combinado do grupo penicilina, que tratam efetivamente traqueíte, laringite, bronquite e outras inflamações do trato respiratório. Recomendado para adultos e crianças a partir dos 12 anos.
  3. Ceftriaxona. Com esses antibióticos, é necessário tratar complicações graves que afetam os pulmões e a árvore brônquica. Uma ferramenta poderosa à base de cefalosporina destrói rapidamente as bactérias em qualquer estágio do crescimento e da reprodução, produzindo um efeito positivo após 1-2 dias de uso. A dosagem máxima não deve exceder 1000 mg por dia.
  4. Amoxicilina. Antibióticos comprovados oferecem aos consumidores 500 mg da substância ativa em cápsulas e comprimidos. Com traqueíte, eles ajudam a lidar com a inflamação aguda causada pelo crescimento de bactérias no escarro. A droga é um derivado da penicilina, portanto, é permitido tratar mulheres grávidas, crianças e pessoas com problemas de saúde.
  5. Flemoxin Solutab. O medicamento é baseado em amoxicilina. Pertence aos meios de última geração, é conveniente usar: o comprimido pode ser dissolvido em água, dar ao paciente para beber o xarope resultante com um sabor agradável. Lida com patógenos aeróbicos em 4-6 dias.

Quais medicamentos escolher para o curso do tratamento, o médico deve decidir. Começando a tratar a traqueíte, é necessário lembrar a possibilidade de alergia a substâncias ativas, que se manifesta na forma de erupção cutânea, vermelhidão da pele, coceira.

Antibióticos para o tratamento da traqueobronquite

A traqueobronquite é uma complicação grave da traqueíte que afeta o trato respiratório superior. Os brônquios ficam inflamados, secretando uma grande quantidade de expectoração. Se ela não tiver tempo para ser excretada com tosse, começa uma inflamação dolorosa.A doença é caracterizada por febre alta, dor intensa no peito, ataques prolongados de tosse.

Antibióticos para traqueobronquite são prescritos sem falhas. A escolha deve ser feita a partir da seguinte lista:

  • de forma simples e sem alergia à penicilina, o Amoxiclav, Augmentin ajuda,
  • com traqueobronquite crônica, recomenda-se Sumamed ou Midecamicina,
  • Para patologias complexas do sistema respiratório, Levofloxacina ou Ofloxacina é usada.

O curso médio do tratamento é de 7 a 12 dias. Os medicamentos devem ser combinados com fisioterapia, aquecimento e inalações de cura.

Regras para tomar antibióticos

Muitos pacientes não querem usar antibióticos para traqueíte devido ao medo de efeitos colaterais.

Mas sujeito a certas regras, situações desagradáveis ​​podem ser evitadas:

  • a dosagem é selecionada de acordo com o peso do paciente. Não pode ser excedido ou reduzido sem a permissão de um médico,
  • Para manter a microflora intestinal, devem ser usados ​​medicamentos à base de bifidobactérias, lactobacilos e probióticos (Linex, Hilak Forte, Lactofiltrum),
  • o curso deve ser concluído
  • você pode beber o medicamento apenas com água limpa e sem gás.

No caso de inflamação crônica do estômago, são utilizados adicionalmente agentes envolventes que protegem a membrana mucosa. Na terapia em crianças, é recomendado o uso de anti-histamínicos para reduzir o risco de alergias.

Penicilinas

As penicilinas são comumente usadas no tratamento de traqueíte não complicada em crianças e adultos. Eles são os medicamentos mais antigos dos grupos de antibióticos e têm sido usados ​​desde a década de 1940 para tratar patologias bacterianas do trato respiratório.

Entre os aspectos positivos das penicilinas está a baixa toxicidade, que possibilita prescrever medicamentos a gestantes, idosos e com patologias concomitantes graves. As penicilinas podem perturbar a estrutura das membranas bacterianas, levando à sua lise e morte. Esse tipo de ação é chamado bacteriostático.

No entanto, também existem desvantagens. Em primeiro lugar, muitas vezes existem várias reações alérgicas (urticária, edema de Quincke, choque anafilático e outros) ao usar medicamentos do grupo penicilina. Portanto, antes da primeira ingestão de penicilinas, é necessário realizar um estudo de hipersensibilidade.

Além disso, devido ao uso prolongado desses medicamentos, a resistência aos microrganismos surgiu, o que levou a uma diminuição na eficiência. A solução parcial deste problema foi ajudada pela adição de ácido clavulânico (um inibidor da beta-lactamase) na preparação de Augmentin.

Entre os efeitos colaterais, também é observada a ocorrência de distúrbios dispépticos, dor de cabeça, tontura, distúrbios transitórios do sistema hematopoiético. Durante a terapia, recomenda-se realizar um estudo de indicadores da função hepática e renal.

Entre as penicilinas, a ampicilina e a amoxicilina são mais frequentemente prescritas. Eles são tomados em um curso de 5 a 10 dias (dependendo do quadro clínico da doença).

Antibióticos para traqueíte: lista e tipos de medicamentos, contra-indicações e regras de admissão

A traqueíte sozinha não requer o uso de antibióticos se a natureza da doença for viral. No entanto, o estafilococo, que requer tratamento antibacteriano, pode ser a causa da doença.

Ou é necessário se a doença passar de aguda para crônica.

As complicações também podem aparecer na forma de amigdalite, otite média, pneumonia, e é por isso que o médico, observando a condição do paciente, levanta a questão de saber se os antibióticos são necessários para a traqueíte.

Tipos de traqueíte

Além das fases aguda e crônica, também são distinguidas as formas primária e secundária da doença. E também subdividir a doença pela origem do patógeno:

  • Infeccioso
  • Viral
  • Alérgico
  • Bacteriano
  • Fungo
  • Misto.

Superaquecimento, alergias a vários produtos químicos e presença de infecção também podem causar traqueíte. Além disso, a doença pode ocorrer quando um corpo estranho entra na traquéia, doenças dos rins, coração, com imunidade enfraquecida.

Com maus hábitos, a traqueíte pode se transformar em uma forma crônica, que os fumantes sentem especialmente em si mesmos.

Sintomas

  • Dor de garganta
  • Tosse aguda que ocorre com mais frequência à noite
  • A dor por trás do esterno preocupa
  • Fraqueza e sonolência
  • Fadiga e alta temperatura,
  • Linfonodos aumentados.
  • Espirros, coriza, dor de garganta também podem incomodar.

Como é diagnosticada a traqueíte?

O diagnóstico é baseado na anamnese, além de ouvir o paciente. Também são realizados exames de sangue, raio-x e espirometria. Leve o escarro para o tanque.

Sibilos, espalhados pelos pulmões, indicam traqueíte em desenvolvimento. Mas os focos que não são explorados podem dizer que uma complicação começa - pneumonia.

Nas crianças, ela se desenvolve muito rapidamente e é difícil, por isso é muito importante começar a tomar antibióticos com urgência.

São os sintomas da doença que indicam se o medicamento deve ser tomado e quais medicamentos são necessários. Calafrios, febre, tosse intensa e dor por trás do esterno por vários dias indicam um curso grave da doença. Portanto, o médico definitivamente prescreverá, além da terapia sintomática, um agente antibacteriano.

Alguns perguntam se a traqueíte é contagiosa, é claro, sim, porque é transmitida por gotículas no ar. Além disso, todas as pessoas têm estafilococos, portanto começam a se multiplicar ativamente na mucosa e afetam o corpo.

Geralmente, a traqueíte é tratada de forma abrangente, e os antibióticos são incluídos apenas se houver evidências disso.

É bom saber: medicamentos para o tratamento da traqueíte

Consulta dependendo do patógeno

  • A infecção viral é tratada sem antibióticos. Eles estão conectados apenas se as complicações começaram.
  • Uma infecção bacteriana só pode ser suprimida com drogas antibacterianas.
  • Com etiologia fúngica, Bioparox é bastante eficaz. É considerado um antibiótico tópico e está disponível em aerossóis. Um amplo espectro da droga permite combater estafilococos, micoplasmas e legionella. Fusafungina - a substância ativa da droga lida com qualquer inflamação do sistema respiratório.

Medicamentos frequentemente prescritos pelo seu médico

  • Antitussígeno. Obviamente, os aerossóis funcionam melhor porque atingem a árvore brônquica. Inalações no tratamento também são populares. Medicamentos: Sumamed (um medicamento do grupo macrólido, pode curar uma infecção complexa em apenas 3 dias),

- Erespal (antitussígeno, anti-inflamatório, anti-histamínico),

- Berodual (utilizado para inalação),

- Sinecode (um medicamento antitussígeno. Melhora o suprimento de sangue com oxigênio, o medicamento já é prescrito a partir do terceiro mês de vida do bebê. Não é usado em mulheres grávidas e lactantes),

- Mucosolvan (melhora a função secretora, também pode ser usado para inalação).

  • Antipirético à temperatura. Paracetamol, ibuprofeno,
  • Antiviral se o patógeno é causado por ele. Pode ser Kagocel, outras drogas,
  • Anti-histamínicos, com síndrome alérgica ou intoxicação geral do corpo. Por exemplo: Diazolin, Claritin, Suprastin.
  • Drogas imunomoduladoras. Immudon, Imunitário.

Todas as consultas são feitas por um médico. Não trate você mesmo a traqueíte. Esta é uma doença bastante grave que pode levar a complicações.

Recomendações gerais

  • Certifique-se de beber bastante. Sucos, chá de limão, bebidas de frutas, decocções, água mineral,
  • Umidificação, arejamento, limpeza da sala onde o paciente está localizado,
  • Tratamos a tosse seca com Sinecode, Lazolvan, Libexin,
  • Agentes diluentes: Ambroxol, Acetilcisteína,
  • Inalação alcalina, possível com água mineral sem gás.

Uso obrigatório de agentes antibacterianos

Por que o Bioparox nem sempre é usado

Freqüentemente, no início da doença, é utilizado o aerossol Bioparox ou Berodual. Bioparox é usado como pulverização 4 vezes por dia durante uma semana. Para as crianças, esse remédio é alternado por 2-4 inalações no nariz e na boca. O tratamento é realizado estritamente de acordo com o esquema e é impossível interrompê-lo, mesmo que a tosse esteja quase no fim. Este é um antibiótico tópico, eles precisam ser tratados até o fim.

Recentemente, no entanto, o spray Bioparox, como um antibiótico tópico, causou muitas queixas devido à síndrome alérgica, portanto seu uso deve ser rigorosamente controlado por um médico.

Isso é especialmente importante para uma criança com histórico de alergias a alimentos, pólen. Neste caso, Augmentin é prescrito em comprimidos ou penicilina por via intramuscular.

As injeções são prescritas de 4 a 6 vezes por dia, para que a criança possa ser internada se a mãe não puder injetar ela mesma.

Para alergias a esta série, os macrólidos podem ser usados ​​como substitutos. Eles podem ser injectados e em forma de comprimido ou xarope.

As cefalosporinas e macrólidos são convenientes, pois podem ser usadas uma vez ao dia, o que permite que você esteja em regime de tratamento em casa.

Por exemplo, a azitromicina é usada em crianças e mulheres grávidas e lida perfeitamente com o micoplasma.

Aerossóis e inalantes, como Erespal e Pulmicort, são usados ​​apenas como indicado por um médico e são muito raros em crianças.

Medicamentos comumente prescritos

Quais remédios são prescritos para a traqueíte:

  • Amoxiclav ou Biseptol,
  • Flemoxin ou Summamed,
  • Amoxicilina ou Augmentina,
  • Azitromicina
  • Para tosse: Ambrobene, Ascoril, ACC ou Lazolvan.

É bom saber: Causas e tratamentos para traqueíte alérgica

Como as crianças apresentam complicações mais rapidamente que os adultos, o uso de antibióticos pode ser substituído por sulfonamidas. No entanto, eles podem subsequentemente levar a complicações de ouvido. A decisão sobre a nomeação de um pneumologista é realizada em conjunto com um pediatra.

O que determina a velocidade do tratamento

É difícil dizer quantos dias a traqueíte vai durar, uma tosse pode passar em uma semana se o tratamento for iniciado a tempo e, às vezes, se prolongar por um mês. Normalmente, o número de dias de licença médica depende do poder dos medicamentos prescritos pelo médico, por isso é muito importante ser tratado com antibióticos, se houver evidências.

Além disso, é muito importante realizar a consulta de um especialista, beber medicamentos antibacterianos de acordo com o esquema, não se esqueça de fazer inalações, observar o repouso no leito, se houver temperatura. Geralmente, se o medicamento prescrito não produz efeito, o médico pode prescrever outro. É muito importante a frequência com que o paciente faz a inalação.

Às vezes, eles podem fazer até 4 vezes por dia.

Você não deve economizar em si mesmo e comprar análogos de fundos sem consultar um médico, pois pode obter um efeito enfraquecedor do tratamento. Primeiro, é realizado um efeito sobre a tosse, a fim de melhorar a secreção de escarro, e os ataques noturnos são removidos. Não se esqueça de que, após tomar antibióticos, o médico deve aconselhar um remédio que restaure a microflora perturbada.

Para usar menos antibióticos para doenças, não permita resfriados, endurece, tome vitaminas e aumente a imunidade. Então as doenças passarão.

Azithromycin® para traqueíte

Pode ser usado em uma das três formas de dosagem:

  • em cápsulas (0,25 g cada),
  • em comprimidos (0,25 g e 0,5 g cada),
  • sob a forma de grânulos destinados ao fabrico de uma suspensão.

Pertencente à classe dos macrólidos - antibióticos com amplo espectro de ação e caracterizados pela menor toxicidade, o azitromicina® destrói efetivamente os cocos gram-positivos, cujos representantes mais proeminentes são os estreptococos, estafilococos e pneumococos.O efeito terapêutico da azitromicina® é aumentado por sua capacidade de se acumular nas células do sistema macrófago e ter um efeito antibacteriano prolongado.

O regime terapêutico da azitromicina® para o tratamento de traqueíte em pacientes adultos oferece duas opções:

  • tomar 0,5 g do medicamento por dia (por três dias),
  • durante o primeiro dia - 0,5 g, e nos próximos quatro - 0,25 g.

Toda a dose diária deve ser tomada pelo paciente de cada vez, pelo menos uma hora antes da refeição.

Leia: Instruções de uso da azitromicina® em linguagem simples

Amoxicillin® para traqueíte

Mais frequentemente usado por via oral, na forma de cápsulas e comprimidos. A dosagem recomendada para pacientes adultos e crianças (cujo peso corporal excede 40 kg) é de 0,5 g três vezes ao dia. No caso de um curso grave da doença, ela é duplicada (1 g três vezes ao dia).

As pausas entre as doses devem ser de pelo menos seis a oito horas. A duração média de um curso de tratamento varia de sete a dez dias. Sendo um antibiótico da série da penicilina, o medicamento tem um amplo espectro de ação.

Devido à baixa toxicidade e à baixa frequência dos efeitos colaterais do efeito terapêutico, o amoxicillin® é usado algumas vezes durante a gravidez (pesando cuidadosamente o possível risco para o feto em desenvolvimento).

Amoxiclav® para traqueíte

Os comprimidos deste medicamento de combinação contêm tri-hidrato de amoxicilina e ácido clavulânico. Devido à composição aprimorada, o medicamento tem um espectro de ação mais amplo e é eficaz contra os estafilococos produtores de penicilina. Se ocorrer traqueíte na forma leve ou moderada, recomenda-se ao paciente tomar um comprimido:

  • 250 mg / 125 mg a cada oito horas,
  • 500 mg / 125 mg a cada doze horas.

Em casos graves da doença, recomenda-se tomar um comprimido (500 mg / 125 mg) ou um comprimido (875 mg / 125 mg) duas vezes ao dia, três vezes ao dia. A duração do curso terapêutico é de cinco dias a duas semanas.

Continue lendo: Instruções originais para o uso de amoxiclav® em comprimidos e suspensões

Antibióticos para traqueobronquite em adultos e crianças

Traqueobronquite - a ocorrência simultânea de traqueíte e bronquite, o processo inflamatório da mucosa brônquica, traquéia, bronquíolos. Antibióticos para traqueobronquite permitem que o paciente se recupere dentro de algumas semanas. As formas crônicas ou agudas de patologia ocorrem num contexto de infecção viral, gripe, pneumonia, sarampo ou sinusite. Como curar a doença - vamos contar mais.

Antibióticos para traqueíte - uma lista de medicamentos eficazes para filhos adultos e mulheres grávidas

Com traqueíte na garganta respiratória de uma pessoa, ocorre um foco de inflamação, afetando a membrana mucosa e as paredes da traquéia. A doença geralmente se manifesta no contexto de resfriados, gripes e rinites.

Quais antibióticos são prescritos para traqueíte em adultos e crianças?

Mas a causa é frequentemente bactérias patogênicas e aeróbicas que entram no trato respiratório:

  • estafilococos,
  • estreptococos,
  • Pseudomonas aeruginosa,
  • Moraxella catarrhalis,
  • pneumococo.

Na maioria dos casos diagnosticados, os vírus se tornam a causa da traqueíte. Mas com a inflamação nas paredes das áreas soltas da traquéia, a defesa imunológica cai. O corpo deixa de resistir à infecção bacteriana, portanto ocorre uma infecção secundária.

Antibióticos para traqueíte devem ser tomados se:

  • o paciente tem pneumonia, otite média purulenta ou sinusite,
  • tosse de etiologia pouco clara dura mais de 10 dias,
  • durante a semana existe uma temperatura acima de 37,5 °,
  • a rinite se intensifica.

Antes de usar antibióticos, o médico deve prescrever uma série de testes.Os esfregaços mais informativos da faringe ou das mucosas do nariz, onde um grande número de bactérias aeróbicas está concentrado durante a traqueíte. Para cada subespécie, os medicamentos são selecionados individualmente, o que garante eficiência e recuperação rápida.

A traqueíte em crianças é considerada uma doença perigosa. Devido à estrutura imperfeita do sistema respiratório e traquéia, os bebês apresentam maior risco de estenose, cãibras dolorosas. As supurações da garganta dão complicações ao sistema urinário, o coração da criança.

No estágio agudo da doença com menos de 3 anos, muitos sintomas são mais pronunciados:

  • a temperatura mantém os indicadores 38–39 °,
  • tosse alta e forte
  • muco abundante com uma tonalidade verde
  • palidez da pele,
  • sonolência

Antibióticos para traqueíte em crianças pequenas devem ser prescritos apenas por um médico. Ele se concentra em várias manifestações da doença, testes e o perigo de uma doença concomitante: laringite, faringite, pneumonia.

Ao tratar e escolher drogas, ele observa várias regras:

  • com traqueíte, o antibiótico é combinado com outros métodos,
  • durante a administração, o intestino deve ser protegido da disbiose,
  • antibióticos de amplo espectro devem ser usados.

Medicamentos semelhantes no tratamento da traqueíte em crianças são prescritos após o estágio agudo, quando sua necessidade é estabelecida com segurança.

Entre os antibióticos mais recomendados e comuns em pediatria estão:

  • Augmentin
  • Flemoxin Solutab,
  • Klacid
  • Zinnat
  • Amoxiclav
  • Binóculos.

É difícil para as crianças em idade pré-escolar tomarem pílulas, então os fabricantes oferecem antibióticos na forma de uma suspensão doce. O medicamento é prescrito em uma dose calculada com base no peso do bebê, tome pelo menos 2 vezes por dia. O tratamento dura de 5 a 7 dias.

A escolha de um agente eficaz para o tratamento de pacientes adultos é baseada no tipo de patógeno. Portanto, não se deve recusar o diagnóstico preliminar.

A lista de medicamentos recomendados por especialistas:

  1. Grupo penicilina - Amoxicilina, Amoxiclav, Augmentin.
  2. Fluoroquinol - Levofloxocina, Abactal.
  3. Macrolítico - Claritromicina, Azitromicina.
  4. Cefalosporina - Ceftriaxona, Cefazolina.

Se não houver oportunidade de realizar análises de escarro e selecionar antibióticos com precisão, os médicos prescrevem uma ampla gama de medicamentos.

Bons resultados são registrados no contexto do uso de ceftriaxona, Amoxicilina.

Em caso de complicações, recomenda-se que os pacientes adultos sejam submetidos a um tratamento por injeção, de ação rápida, não afetando a mucosa gástrica com gastrite ou úlcera.

Para o tratamento de traqueíte, a dosagem é selecionada com base no peso do paciente. Certifique-se de levar em consideração doenças crônicas dos órgãos internos, presença de diabetes mellitus ou hipertensão.

O tratamento começa com o início de antibióticos, que diferem em efeitos colaterais mínimos. Adultos são mais frequentemente prescritos como amoclavina, clavocina ou aumentação.

Na ausência de efeito e piora da condição, é selecionado um medicamento com foco mais restrito: Ospexin, Keflex, Josamycin.

Na segunda metade da gravidez, as mulheres começam a mudar o diafragma. Ela se levanta, abrindo espaço para o feto em crescimento.

Portanto, um simples resfriado com tosse se torna causa de traqueíte e ameaça com conseqüências desagradáveis.

Nesse caso, os antibióticos são necessários, mas sua escolha deve ser acordada com o obstetra-ginecologista: alguns medicamentos são estritamente proibidos no trimestre trimestral, com muitas limitações.

Antibióticos para traqueíte durante a gravidez são selecionados no grupo da penicilina. Esses medicamentos foram testados e numerosos estudos são relativamente seguros para o embrião. Eles não perturbam a circulação sanguínea e a nutrição da placenta, não provocam patologias de desenvolvimento.

Lista de medicamentos aprovados para futuras mães:

Se a traquite é complicada por bronquite ou pneumonia, são prescritos antibióticos, que são macrólidos. Por exemplo, o medicamento Azitromisina pode ser tomado apenas 1 vez por dia, e o tempo médio de tratamento não excede 5 dias.

Antibióticos para traqueíte podem ser usados ​​como inalações. O medicamento é pulverizado na laringe, suas micropartículas se depositam nas membranas mucosas da traquéia.

Isso ajuda a evitar um ataque de estenose, aliviar o inchaço e a vermelhidão. Para o tratamento, uma dose mínima é suficiente, o que reduz o risco de uma reação alérgica e efeitos colaterais.

O método é adequado para pacientes adultos, é recomendado para crianças com mais de 3 anos.

Um antibiótico para inalação deve ser adquirido na forma de uma solução. Uma ampola é suficiente para 2-3 procedimentos.

A lista de medicamentos para o nebulizador permite escolher um remédio, levando em consideração as complicações da traqueíte:

Antes do uso, os antibióticos são diluídos com água para injeção ou solução salina. Uma dose única de traqueíte para uma criança é de 100 a 125 mg, um adulto precisa de 250 a 500 mg.

Os antibióticos mais populares prescritos pelos médicos para a inflamação aguda e crônica da traquéia:

  1. Azitromicina Pertence ao grupo antibiótico macrólido, afeta tipos comuns de bactérias (estafilococos, pneumococos). Devido ao baixo grau de toxicidade, os efeitos colaterais raramente ocorrem. Quando tomado, acumula-se no tecido mucoso, continuando a protegê-lo após o final do curso do tratamento.
  2. Amoxiclav. Estes são antibióticos do tipo combinado do grupo penicilina, que tratam efetivamente traqueíte, laringite, bronquite e outras inflamações do trato respiratório. Recomendado para adultos e crianças a partir dos 12 anos.
  3. Ceftriaxona. Com esses antibióticos, é necessário tratar complicações graves que afetam os pulmões e a árvore brônquica. Uma ferramenta poderosa à base de cefalosporina destrói rapidamente as bactérias em qualquer estágio do crescimento e da reprodução, produzindo um efeito positivo após 1-2 dias de uso. A dosagem máxima não deve exceder 1000 mg por dia.
  4. Amoxicilina. Antibióticos comprovados oferecem aos consumidores 500 mg da substância ativa em cápsulas e comprimidos. Com traqueíte, eles ajudam a lidar com a inflamação aguda causada pelo crescimento de bactérias no escarro. A droga é um derivado da penicilina, portanto, é permitido tratar mulheres grávidas, crianças e pessoas com problemas de saúde.
  5. Flemoxin Solutab. O medicamento é baseado em amoxicilina. Pertence aos meios de última geração, é conveniente usar: o comprimido pode ser dissolvido em água, dar ao paciente para beber o xarope resultante com um sabor agradável. Lida com patógenos aeróbicos em 4-6 dias.

Quais medicamentos escolher para o curso do tratamento, o médico deve decidir. Começando a tratar a traqueíte, é necessário lembrar a possibilidade de alergia a substâncias ativas, que se manifesta na forma de erupção cutânea, vermelhidão da pele, coceira.

A traqueobronquite é uma complicação grave da traqueíte que afeta o trato respiratório superior. Os brônquios ficam inflamados, secretando uma grande quantidade de expectoração. Se ela não tiver tempo para ser excretada com tosse, começa uma inflamação dolorosa. A doença é caracterizada por febre alta, dor intensa no peito, ataques prolongados de tosse.

Antibióticos para traqueobronquite são prescritos sem falhas. A escolha deve ser feita a partir da seguinte lista:

  • de forma simples e sem alergia à penicilina, o Amoxiclav, Augmentin ajuda,
  • com traqueobronquite crônica, recomenda-se Sumamed ou Midecamicina,
  • Para patologias complexas do sistema respiratório, Levofloxacina ou Ofloxacina é usada.

O curso médio do tratamento é de 7 a 12 dias. Os medicamentos devem ser combinados com fisioterapia, aquecimento e inalações de cura.

Muitos pacientes não querem usar antibióticos para traqueíte devido ao medo de efeitos colaterais.

Mas sujeito a certas regras, situações desagradáveis ​​podem ser evitadas:

  • a dosagem é selecionada de acordo com o peso do paciente. Não pode ser excedido ou reduzido sem a permissão de um médico,
  • Para manter a microflora intestinal, devem ser usados ​​medicamentos à base de bifidobactérias, lactobacilos e probióticos (Linex, Hilak Forte, Lactofiltrum),
  • o curso deve ser concluído
  • você pode beber o medicamento apenas com água limpa e sem gás.

No caso de inflamação crônica do estômago, são utilizados adicionalmente agentes envolventes que protegem a membrana mucosa. Na terapia em crianças, é recomendado o uso de anti-histamínicos para reduzir o risco de alergias.

Se você iniciar o tratamento no primeiro dia após a inflamação, poderá evitar complicações e o desenvolvimento de uma infecção bacteriana. Para isso, é necessário escolher supressores eficazes da tosse, estimular a excreção de escarro. Mucolíticos comuns para crianças e adultos: Lazolvan, Bromhexine, Bronchostop.

A traqueíte aguda pode ser tratada com inalação com a adição de bicarbonato de sódio, soro fisiológico ou água mineral Borjomi.

O óleo da árvore do chá, eucalipto ou alecrim, gargarejo com uma decocção de camomila de farmácia, tomilho e erva de São João são igualmente úteis para membranas mucosas irritadas nas paredes da traquéia.

Se a temperatura não exceder 37 °, os peitos são aquecidos com emplastros de mostarda, comprimidos com mel ou batatas cozidas.

Mas com toda a variedade de métodos e drogas populares, apenas sua combinação ajuda a se livrar da doença. Para evitar a re-inflamação, é necessário fortalecer o sistema imunológico, comer de forma racional e correta e alocar tempo para esportes.